Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

07/05/2013

Anjos e Demônios
Autor: Dan Brown
Editora: Arqueiro
Páginas: 464
Classificação: *****

[Contém alguns spoilers que não interferem nos principais mistérios do livro.]

Anjos e Demônios é o segundo livro do escritor norte-americano Dan Brown, contudo, é o primeiro livro com o professor de Arte Religiosa e Simbologia de Harvard, Robert Langdon.
Um livro rápido, ágil, onde toda a ação acontece em cerca de 24 horas, isso é impressionante, Dan Brown preenche 464 páginas com uma aventura que tem duração de um dia. Sendo assim, a leitura flui na mesma velocidade. As páginas pedem para serem viradas, para que o leitor desvende o mistério da página seguinte.

***
           
Uma poderosa sociedade secreta anticristã, que muitos estudiosos, inclusive o Simbologista Robert Langdon, acreditavam ser extinta, está de volta em busca de vingança, estão dispostos a tudo para destruir a Igreja.
            Illuminati.

        Leonardo Vetra, físico do CERN, desenvolvedor de um projeto inovador, é mutilado e morto por um homem em busca de roubar o resultado do seu projeto.
            A antimatéria é uma poderosa fonte de energia, contudo, extremamente instável. Ao entrar em contato com qualquer coisa ela incendeia, podendo ser tão letal quanto uma bomba nuclear. E é exatamente uma partícula de antimatéria, envolta por um tudo especialmente desenvolvido de modo que não entre em contato com a matéria ao redor, que o Hassassin rouba dos muros do CERN. Um verdadeira bomba relógio pronta para explodir em 24 horas.
            O professor Robert Langdon é chamado ao Centro de Pesquisa para analisar o ambigrama marcado à fogo sobre o peito do físico morto. A palavra ‘Illuminati’.
            O CERN recebe a informação sobre o tudo. Está em algum lugar de Roma, mas especificamente em algum lugar da Cidade do Vaticano. Robert Langdon e Victória Vetra – filha do físico assassinado – são mandados à Itália com a missão de recuperar o tubo. Ao chegarem descobrem que a Guarda Suíça não faz ideia de onde a partícula de antimatéria esteja. Ela está sendo monitorada por uma câmera sem fio que também havia sido roubada.
            Encontrar a bomba não era o único problema. O Papa havia morrido, a cidade estava em meio ao Conclave para escolher seu sucessor. Nem todos os cardeais se encontravam na Capela Sistina, faltavam quatro, os preferiti, sem eles a escolha de um novo líder duraria mais tempo.
             Os cardeais haviam sido sequestrados pelo mesmo homem que matara Leonardo Vetra, o Hassassin, contratado por um homem misterioso chamado Janus.
            Em um telefonema o Hassassin revela o plano de sacrificar os quatro cardeais nos altares da ciência, quatro igrejas representando os quatro elementos da natureza: terra, ar, fogo, água. Seria um sacrifício de virgens...
            Langdon e Vetra partem em busca de solucionar o mistério sobre o caminho dos illuminati, o caminho da iluminação que revelaria as igrejas onde os sacrifícios seriam feitos. Através da arte o caminho se desenha. Em uma perseguição alucinante, lutando contra o tempo, lutando contra a antimatéria, uma bomba-relógio pronta para explodir se não fosse encontrada à meia-noite.
            Passagens secretas, simbolismo da arte de Roma, ambigramas... isso tudo está contido neste mistério.
            Um desfecho literalmente brilhante.


Anjos e Demônios, eles têm a mesma aparência.

Rogério Queiroz.


Um comentário: