Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

26/11/2013




Título: O Inocente
Autor: Harlan Coben
Editora Arqueiro
Páginas: 326



Sinopse: Ao mesmo tempo forte e avassalador, o livro traz uma história que prende irresistivelmente a atenção - ela trata das escolhas que todos nós um dia somos obrigados a fazer e como alguns erros podem mudar nossa vida para sempre. Quando jovem, Matt Hunter matou acidentalmente um rapaz quando tentava separar uma briga. Foi preso e condenado a quatro anos de prisão. Agora, ao lado da esposa Olívia, grávida de seu primeiro filho, sua vida parece tranqüila, até que recebe misteriosas ligações em seu celular com câmera: imagens perturbadoras de Olívia e de um homem misterioso. Quando o sujeito morre com dois tiros no rosto, Matt passa a ser o principal suspeito não só desse homicídio, mas também de outros. Pois parece haver uma conexão macabra entre esses crimes e o passado de Matt... e o de Olívia também...


"Caos, meu bem. Trata-se do caos." Página 38


Matt Hunter era um bom jovem, não se metia em brigas, evitava violência. Mas às vezes, pode-se dizer que o azar, ou quem sabe o destino, trata de mudar o rumo das coisas. Ele, na tentativa de ajudar um amigo, se envolve em uma confusão e acaba tirando a vida de um outro jovem. Os advogados alegam legítima defesa, no entanto, decide que Matt deve cumprir uma pena na cadeia.

O jovem vai para um presídio e sofre diversos tipos de abusos e, mesmo assim, se mantém forte. Ele muda durante os quatro anos sem liberdade, parece estar mais preparado para

encarar a vida. 

O livro conta essa história nas primeiras páginas e em seguida já dá um salto no tempo: nove anos se passam.

Matt está feliz com sua esposa Olívia. Ela vai ter um bebê e eles vão comprar uma casa no bairro onde ele cresceu e onde mora sua cunhada Marsha e seus sobrinhos. O casal Olívia e Matt decidem comprar celulares com câmeras para que possam registrar o crescimento da criança e também sugerem o envio de algumas fotos mais picantes um para o outro - Harlan Coben e seu humor incrivelmente sagaz.

Olívia tem que viajar para Boston, a trabalho... e é ai que o livro começa. Matt recebe em seu celular uma foto de um homem de cabelos pretos, foi enviada pelo celular de Olívia. Como se não bastasse ele também recebe um vídeo em que uma mulher, muito parecida com sua esposa, aparece com uma peruca loura platinada acompanhada por um homem.

"Adivinhe o que estou fazendo com sua mulher nesse instante."
Com as suspeitas de que sua esposa o está traindo, Matt contrata uma detetive particular para descobrir mais sobre toda aquela situação, além disso, ele nota a "presença" de um mesmo carro - ele reparou na placa - duas vezes. Matt estava sendo seguido.

"A tristeza nunca vem só. Quando algo ruim acontece, uma porta se abre para outras tragédias."
Todos os romances do autor Harlan Coben há uma mesclagem de várias histórias que, inicialmente, são totalmente diferentes, mas que no fim se mostram coesas, uma coisa só. Em O Inocente não poderia ser diferente.

No primeiro capítulo o autor lança para o leitor a história de uma dançarina de strepetease - já em fim de carreira, bem sofrida - ela recebe a visita de uma jovem que quer saber mais sobre sua mãe que também era dançarina mas que fora brutalmente assassinada e as autoridades não se preocuparam em investigar o caso, ou encontrar um assassino.

Uma freira é encontrada morta no seu quarto. Quando a Madre Superiora tenta reanimá-la descobre que a freira usava próteses de silicone, uma "irmã siliconada". O que mais a irmã Mary Rose escondia além do silicone? Será que ela morreu por causas naturais? Então a Madre Superiora (não lembro o nome dela) solicita que a investigadora Loren Muse investigue - que redundante, não?! - aquela morte


-----   -----

Faz pouco tempo eu li um outro livro do Harlan Coben, alguns de vocês devem ter visto a resenha aqui no blog do livro Confie em mim, e o fato de ter lido dois livros do mesmo autor em um período curto de tempo me causou estranheza, porque eu pude perceber semelhanças e uma fórmula - de sucesso. - Como eu notei isso, o início do livro foi mais difícil de ler. Eu achei o começo morno... Entretanto, estou falando de Harlan Coben e ele é surpreendente, sempre!

Os segredos são revelados em uma avalanche e as peças do intricado quebra-cabeça se juntam mostrando o que não era possível ver antes. 

O Inocente é um livro que tem densidade, os personagens são bem construídos com características peculiares: medo, incerteza, insegurança, desejos, conflitos... Alguns lutam para esconder o passado, lutam para manter enterrado todo o sofrimento, mas o que eu, como leitor, quero é a verdade... e ela aparece.



Links:
Site Arqueiro
Facebook
Twitter
Instagram



Abraços,
Rogério Queiroz.



23/11/2013


Olá!!!

Hoje vamos conhecer mais um pouco da autora Carla Pachêco. Nessa entrevista ela fala sobre suas expectativas para o lançamento de Perfume de Hotel - Nova York e nos delicia com várias citações de seu livro.



Uma dose de palavras: Para começar gostaria que falasse um pouco sobre você, sua vida profissional, sua formação e também sobre sua carreira no mundo literário.

Sou carioca da gema, tenho alma de carioca, pois como alguns dizem por aí, ser carioca é um pouco mais que isso, é um estado de espírito.

Meus pais se separaram quando eu era bem pequena, e na minha adolescência, me mudei com minha mãe para Maceió.

Conto no meu livro que: Com apenas três anos de idade comecei a dizer que quando crescesse eu iria ser médica que “tira neném da barriga”, e logo depois aprendi a falar o nome da especialidade que tanto me encantava na medicina e enchia a boca para dizer “Obstetra” todas as vezes que alguém me perguntava qual seria minha profissão. Levei isso muito a sério por toda a minha infância e adolescência, até que chegou a hora de prestar o vestibular, e lá estava eu na lista dos candidatos para o curso de medicina. E cá estou eu, anos depois, atuando como médica Intensivista. Ou seja, na prática, minhas certezas foram completamente desfeitas, e comecei a entender que, por mais que eu planeje, a vida muitas vezes seguirá outro caminho, que não necessariamente tem de ser melhor ou pior que o planejado, apenas diferente (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Conheci meu marido no hospital e estamos juntos há 15 anos. Amo a vida de casada, tenho uma filha adolescente com 13 anos e um filho menor que completará 9 anos na virada do ano, dia 31 de dezembro.

Sempre fui apaixonada por escrever, e resolvi tirar o sonho da gaveta.


“Sonhos definitivamente não são feitos apenas para sonhar, mas para realizar” (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Uma dose de palavra: Perfume de Hotel é o seu primeiro livro e está prestes a ser publicado. Do que se trata essa história?

Falo na abertura do meu livro que: Gosto de dizer que os três melhores cheiros são o de um excelente perfume francês, perfeito para a ocasião, que combine com a nossa pele, nossa roupa, e que traduza nossa personalidade; cheiro de carro zero, que tenho certeza, poderia me deixar rica se conseguisse engarrafar, e como diria meu cunhado, teria escrito em seu rótulo “Se fui pobre, não me lembro”; e cheiro de quarto de hotel, isso mesmo, este cheiro que remete a prazer, a novas experiências, a sonhos realizados. (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

É disso exatamente que se trata Perfume De Hotel, do prazer de viajar e de partilhar recordações.

Nenhum lugar é igual, e um mesmo lugar pode ser visto e vivido de várias maneiras, isso é o que tanto me fascina” (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Uma dose de palavras: Em que momento veio a decisão de se tornar escritora? Foi uma decisão, ou você apenas exteriorizou algo que já nasceu com você?

Comento sobre isto no livro, dizendo que: “Acredito piamente que na vida é preciso se permitir. A proximidade dos meus 40 anos, a saída dos “inta” e a entrada em definitivo nos “enta”, a briga com meus hormônios, e um outro olhar sobre minhas expectativas e projeções futuras, estavam mexendo demais comigo, despertando-me a urgência por fazer as outras coisas que também me dão prazer e que simplesmente ficaram em suspenso. Quando surgiu esta viagem para Nova Iorque, decidi me permitir e fazer dela o meu estopim para dar uma guinada na minha vida, numa analogia perfeita entre começo de ano, começo de livro e começo de era para mim. (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Uma dose de palavras: Qual é a sensação de concluir um livro?

A maravilhosa sensação de estar vivendo a realização de um sonho!

“Queria ansiosamente olhar em outra direção, poder me debruçar sobre outras paixões. Queria me encontrar nas minhas viagens para depois me perder nas minhas histórias. E foi exatamente isso que fiz” (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Uma dose de palavras: Qual a expectativa para a publicação e lançamento de Perfume de Hotel? Você está ansiosa? 

Nossa... sendo muito sincera, não sei como estou conseguindo me segurar.

A ansiedade às vezes me incomoda, mas tento lidar com ela da melhor maneira possível. (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Costumo sonhar alto, não sei ser diferente. Então espero agradar, agradar muito com Perfume De Hotel – Nova Iorque.

Fico me perguntando qual será minha reação quando vir meu livro nas livrarias, meu livro na mão das pessoas em um lugar comum (numa praça, numa cafeteria, no avião, etc). Não faço a menor ideia, mas quando acontecer prometo contar pra vocês.

Uma dose de palavras: Carla Pachêco, assim como em todas as carreiras, na literatura um trabalho está sujeito a críticas positivas e negativas. Você está se preparando de alguma forma para ler as opiniões dos leitores? E como acha que vai encarar uma possível crítica negativa?

Não vamos agradar a todos nunca. Isso também acontece todo tempo, a começar por nossas relações pessoais. É assim que funciona.

Minha mãe costuma dizer que “tudo na vida pode ser dito, a diferença está na forma que falamos”. Então, espero que as críticas venham para acrescentar. Sempre haverá um ponto que podemos melhorar, como pessoa, como escritores.

Mas arrisco dizer que, quem gosta desse tipo de leitura, vai se deliciar.

Uma dose de palavras: Quais seus autores preferidos? E eu quero sabe se o seu gosto literário influencia na sua escrita?

Com certeza. Relacionado especialmente a Perfume De Hotel – Nova Iorque, posso citar Martha Medeiros, com “Um Lugar na Janela – Relatos de Viagem”, e Elizabeth Gilbert, com “Comer, Rezar, Amar”. Estes dois foram à base da minha escrita.

Mais também poderia citar rapidamente Raquel Pagno, escritora premiada, fazendo sucesso também com a sua mais recente obra “Herdeiro da Névoa”, e que me presenteou com seu comentário na capa desse meu primeiro livro; Maitê Proença, “Entre Ossos e a Escrita”; Khaled Hosseini (que também é médico), autor do best-seller “O Caçador de Pipas”; E.L. James, com uma narrativa bem ousada na trilogia “Cinquenta Tons de Cinza”, outro best-seller.

Uma dose de palavras: Quais as maiores dificuldades enfrentadas por você até agora como escritora? O que te motiva a continuar?

Tudo é muito novo pra mim. É outro universo.

Mas quando quero alguma coisa, corro atrás. É preciso acreditar para poder realizar, e eu acreditei nesse trabalho desde o começo.

Todo o processo, desde a construção da Proposta Editorial até a busca por uma editora que quisesse publicar minha história, tudo foi buscando na internet as informações, correndo atrás sozinha e literalmente “dando a cara pra bater”. Só posso dizer que, já está valendo muito a pena. Essa é minha mais pura sensação.

Quanto à motivação: “As viagens que ainda vou fazer, os lugares e as pessoas que ainda vou conhecer, os perfumes que ainda vou descobrir e as inúmeras situações que ainda vou viver só me remetem a uma palavra: possibilidades!” (Perfume De Hotel – Nova Iorque)

Uma dose de palavras: Carla, vamos fazer um exercício, vai funcionar assim: você vai se distanciar da posição de escritora – “mãe de seu livro” – e vai deparar-se, como leitora, com Perfume de Hotel-Nova York pela primeira vez. Você lê o livro e conversa com alguém sobre ele. O que você diz a respeito?

Não saberia mostrar o que não me atrai.
Poderia dizer que é um livro leve, que me emocionou, me fez rir, e me levou a passear pelos lugares, a sentir as sensações, o perfume, me fez mergulhar no universo da autora, sempre querendo saber o que viria depois.

Uma dose de palavras: Por fim, gostaria de agradecer a sua disposição em responder à entrevista e quero desejar muito sucesso, muita criatividade, muitos outros livros publicados. Muito obrigado! Deixo o espaço para você falar com os leitores do blog sobre o que eles devem esperar de você e dos seus livros.

Quero me conectar aos leitores, quero conversar com eles.

Quero continuar a experimentar e a exalar o perfume, então, aguardem porque vem mais “Perfume De Hotel” por aí.

Mas tem muito mais coisas sobre as quais quero falar, quero experimentar, então isso é só o começo.


Links
Facebook - Perfume de Hotel
SKOOB - Perfume de Hotel
@PerfumeDeHotel

Abraços,
Rogério Queiroz.


20/11/2013


Olá! \o/

Faz um tempinho que li Pluvia que foi um livro cedido pela própria autora em parceria com o blog. Pluvia é um livro que tem uma crescente bem interessante e o final  deixa muitas dúvidas no ar. 
Para matar um pouco a saudade do livro e da autora Erica Azevedo - <3 - resolvi mostrar os quotes que eu havia separado durante a leitura.

(confiram a resenha AQUI)

Sinopse - Pluvia - Entre Segredos & Esperança: Ana cresceu empenhada em suas histórias fantásticas, mas nunca teve oportunidade de se aventurar por elas. Abandonou-as ainda na adolescência, enxergando que a realidade é dura demais para tais voos inocentes. Mas, em meio a uma viagem a um vilarejo desconhecido no sul do Brasil, ela tem a oportunidade de enveredar por um mundo totalmente novo, quando, em meio à chuva do fim de tarde, observa as gotas se transformarem em pessoas iguais a ela. Sentindo o fogo que a preenchia na infância se reacender com a curiosidade, Ana vai atrás deles e se depara com um pedido de ajuda e a descoberta de um novo mundo: Pluvia. Mas o que essas pessoas realmente escondem? E qual o segredo por trás dos profundos olhos azuis do estranho senhor da mercearia? E o que de tão terrível está assustando os pluvianos a ponto de fazê-los pedirem ajuda a uma menina indefesa? Essas respostas serão desvendadas e muitas outras perguntas surgirão no decorrer da leitura de Pluvia. O primeiro livro da série “Os Mundos” traz um misto de aventura, romance e diversão para os leitores de literatura fantástica e que, como Ana, possuem sede por conhecer outros mundos.


QUOTES:

“Será que finalmente vão me dizer o porquê da minha presença aqui?” (Página 89)

"- A ferida torna-se ainda mais dolorida quando o golpe é desferido por alguém em quem depositamos nossa confiança e respeito." (Página 179)

"- Seja o que for, não podemos deixar você retornar ao seu mundo - a mestra voltou a dizer, pegando-a de surpresa. - Não quando não sabemos o motivo de você estar aqui. Não quando você pode estar em perigo." (Página 136)

"Hoje vimos, como há muito tempo não víamos, o renascimento de medos antigos e alianças fracas que, mais uma vez, se quebraram." (Página 192) 

"Muitas coisas ainda estavam sendo escondidas. Coisas relacionadas a ela. Talvez os problemas estivessem apenas começando." (Página 142)

"[...]A morte prefere os corajosos." (Página 215) 

"- Estejam preparados para lutar - avisou - e, acima de tudo, estejam preparados para morrer." (Página 215)

Erica Azevedo nasceu na capital paulista, entre ruas abarrotadas e o ar poeirento do fim de tarde. Descobriu a literatura fantástica com a série “Harry Potter” e graças a ela se tornou uma aficionada por livros dos mais variados gêneros e autores. Ainda no ensino fundamental, escreveu um roteiro baseado na ditadura militar, o que a aproximou ainda mais da escrita. Mas foi observando a chuva borrar a janela da sala na casa onde morava com os pais e, depois de anos vivendo no mundo dos livros, que a ideia de uma realidade totalmente nova lhe veio à mente. Em meio a idas e vindas começou a contar a história de Ana e sua saga por Pluvia e pelos mundos de Lucien. Atualmente dedica-se a graduação de Ciências Políticas.


Livraria Saraiva - Pluvia 


Abraços,
Rogério Queiroz.


18/11/2013


Título: 1º a morrer 
Série: "Clube das Mulheres Contra o Crime"
Autor: James Patterson
Editora Rocco
Páginas: 374

SKOOB
Sinopse - 1º a Morrer - Clube das Mulheres Contra o Crime Vol.1 - Em uma narrativa de tirar o fôlego, James Patterson nos apresenta Lindsay, Claire, Jill e Cindy, as integrantes do Clube das Mulheres Contra o Crime. No primeiro livro da série, o desafio desse grupo é investigar a identidade de um serial killer que assassina homens e mulheres que acabaram de se casar. O ponto de partida da narrativa é o brutal assassinato de um jovem casal em lua-de-mel num hotel cinco estrelas de San Francisco, crime que, com pequenas variações, se repete em duas outras cidades norte-americanas, deixando claro que se trata do trabalho de um assassino em série. Indignadas com a ação empreendida pela polícia no caso, quatro mulheres destemidas - a inspetora de homicídios Lindsay Boxer, a médica legista Claire Washburn, a repórter policial Cindy Thomas e a assistente da promotoria Jill Bernhardt - resolvem unir forças para descobrir e prender o assassino. Assim nasce o Women’s Murder Club, ou Clube das Mulheres contra o Crime, desvendando crimes entre uma margarita e outra e altos papos sobre comida, homens e sexo.

"Nunca lute com um porco, Lindsay. Vocês dois ficam sujos. E os porcos gostam." Página 87.

Faz bastante tempo que eu tinha interesse de ler esta série policial - Clube das Mulheres Contra o Crime -, por se tratar de um gênero que eu gosto bastante, também sempre quis conhecer mais as obras do autor James Patterson. Então, o que eu fiz... comprei o 3º livro da série e pensei que não teria problema se eu lesse fora da ordem. Conversei com uma amigo - Anderson Felix - e ele me disse que era um erro começar por qualquer livro que não por 1º a morrer, sendo assim, ele sugeriu que poderia me emprestar os dois primeiros livros e foi a melhor coisa que ele fez na vida (risos).

Em 1º a morrer acontece a apresentação das quatro personagens que farão parte do tal clube de mulheres que combaterão o crime: Lindsay, Cindy, Jill e Claire. Como é o primeiro da série, a leitura é super importante para o leitor entender como elas pensam, a personalidade e até mesmo suas histórias.

O livro tem como protagonista central a inspetora da homicídios Lindsay Boxer - narradora em primeira pessoa - que é uma mulher forte passando por um drama pessoal, ela está doente e ainda por cima tem que caçar um serial killer.

O homem que ela procura mata casais que acabaram de se casar e deixa algumas pistas propositais. Em algumas passagens do livro podermos ver a visão desse assassino - em 3ª pessoas - e o autor revela a identidade do assassino: Phillip Campbell. 

No começo do livro eu não gostei de saber logo de cara quem era o responsável pelas mortes, porque isso acaba com aquele suspense do "e ai, quem é o cara?". Contudo, estamos falando de um livro escrito por um autor renomado e que sabe exatamente o que está fazendo. Nada é previsível.

As quatro mulheres, quatro profissionais competentes se reúnem para fazer uma investigação à parte, não-oficial. Temos uma médica legista, uma repórter policial, uma promotora de justiça e uma inspetora de polícia, ou seja, é um grupo potente, hein?!

"- Eu sou médica. Vejo a morte todos os dias. Conheço as causas e os sintomas, a ciência de trás para frente. Mas não posso curar."
"-Você nos cura o tempo todo - disse Edmund. - Você me cura todos os dias da minha vida. Mas há momento em que nem todo o seu amor e sua incrível inteligência são capazes de mudar as coisas." Página 136

Estava conversando com o amigo que me emprestou o livro e ele me disse uma coisa que eu fiquei pensando. Ele disse que James Patterson misturou nesse livro "suspense" com "chick-lit". Eu não tinha percebido isso, até porque não leio chick-lits, mas é a mais pura verdade. Em 1º a morrer tem uma boa dose de romance, misturada com a insegurança da Lindsay em se entregar ao seu companheiro de trabalho e ainda tinha a doença... Algumas questões mais femininas surgem ao longo do livro, porque não dizer que este é um livro que exalta a capacidade das mulheres no âmbito profissional? Claro que sim, diversas vezes o livro mostrou que as mulheres são mais capazes que os homens, ou tão capazes quanto, porque o importante é isso, ressalta a igualdade entre os sexos.

"Raleigh ficou me segurando até a ansiedade passar, lentamente. Bem ali, na droga da sala da equipe. Eu não sabia o que fazer, mas não queria me afastar dele. Nem que ele me soltasse." Página 149

-----

Agora vamos falar uma pouco mais sentimentalmente (risos).

Essa história quebrou minhas pernas de uma forma que outro livro não fazia há algum tempo... Eu já sabia que o James Patterson é um cara impiedoso que não tem pena dos seus personagens, nem dos seus leitores, e acabei me apegando aos personagens, torcendo para que tudo desse certo - nós leitores somos assim, não? - e de repente o mundo fica de cabeça pra baixo, as coisas já mudaram e eu ainda estava digerindo as informações. 

Acontece algo muito triste no final desse livro, algo que é de partir o coração, mesmo. E quando você pensa que já está tudo na pior... as coisas pioram ainda mais.

Super recomendo essa série! Leiam!!!

Abraços,
Rogério Queiroz.




15/11/2013


Título: Jogos Vorazes - Em Chamas
Autora: Suzanne Collins
Editora Rocco
Páginas: 413


Skoob
Sinopse - Em Chamas - Jogos Vorazes - Livro 2: Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menor do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.
Faz um tempinho que conclui esta leitura, mas adiei a resenha pra poder postá-la exatamente no dia da estreia do filme, vamos conferir minhas impressões.


Cuidado com os possíveis spoilers de Jogos Vorazes e confira a resenha do primeiro volume da série clicando AQUI.
Resenha:

Toda Revolução Começa Com Uma Faísca.


Como o final surpreendente da 74ª edição dos Jogos Vorazes, em que Katniss e Petta foram os tributos vencedores, a Capital sentiu-se manipulada e logo percebe-se que eles não pretendem deixar o "casal desafortunado" viver em paz com a vitória. 

Diversas manifestações começam a ocorrer nos outros distritos e a responsabilidade desses atos está toda sobre as costas da garota - revolucionária - em chamas. O presidente Snow aparece várias vezes para ameaçar Katniss, sua família e todas as pessoas que a cercam, todo o Distrito 12. Katniss, nessa situação, se dispõe ao sacrifício, mas sua morte pública acabaria acarretando muitos outros problemas. Ela terá de pagar por seus atos na última edição dos jogos, de alguma forma.

Naquele movimento ligeiro, vejo o fim da esperança, o começo da destruição de tudo que me é mais caro no mundo. Não consigo adivinhar que forma de punição ocorrerá, a que distância será jogada a rede, mas quando tudo estiver terminado, é muito provável que nada mais reste. Então é fácil imaginar que num momento como esse, eu seria acometida por completo desespero. Isso é o mais estranho. O que mais sinto é alívio. Sinto que posso desistir do jogo. Que a pergunta sobre se consigo ter sucesso nesse empreendimento foi respondida, mesmo que essa resposta seja um sonoro não. Que se tempos desesperadores clamam por medidas desesperadas, então estou livre para agir tão desesperadoramente quanto desejar. Pag. 86

Neste segundo volume da trilogia Jogos Vorazes nota-se com mais nitidez o contexto político e a insatisfação com aquela situação de submissão da população em relação ao sistema injusto e carrasco que rege a sociedade com regras infames. O poderio da Capital começará a ser contestado e eles terão que fazer algo para mostrar que ainda estão sob controle.

Então, a cada 25 anos, depois dos Dias Escuros dos quais nasceram os Jogos Vorazes - a revolução que aconteceu dos distritos contra a Capital -, aconteceria um grande evento: O MASSACRE QUATERNÁRIO. Este será o 3º e a cada Massacre uma surpresa é "sorteada" para a tristeza de todos. Sim, para o presidente Snow é hora da garota em chamas pagar...



Não seria um grande spoiler se eu dissesse o que eles prepararam para o 3º Massacre Quaternário, até porque todo mundo já viu o trailer do filme e já sabe o que a Katniss terá de enfrentar.



Diferente do primeiro livro, Em Chamas conseguiu me prender completamente, até porque eu já tinha a bagagem de curiosidade que foi gerada pelo final de Jogos Vorazes. Nas primeiras partes - mesmo seguindo o mesmo estilo mais parado do início do primeiro livro - havia uma tensão constante que me deixou realmente preso e torcendo loucamente para que os personagens se dessem bem.



Dessa vez o Gale aparece mais, no entanto, eu continuo sendo do #TeamPetta. Em um momento do livro o Haymitch, meu personagem preferido, fala para a Katniss que mesmo se ela vivesse 1000 (não lembro se era 1000, talvez 100) anos ela não mereceria um cara tão bacana quanto o Petta - não me matem, isso está escrito no livro!



Eu adorei esse segundo volume, superou as minhas expectativas e frustrações em relação ao primeiro. Estou adiando a leitura do último porque quero ver o filme antes e também não quero que a história acabe tão rápido, apesar que o fim de Em Chamas tem um gancho gigantesco para o próximo livro, ou seja, as coisas não terminam de forma fechada, logo, está tudo em aberto, as pontas estão soltas e as pessoas estão em perigo. 



A Katniss é o rosto da revolução que está explodindo, ela é a faísca...




E este filme, hein, quem ai não está morrendo, roendo as unhas... Ensandecido de desejo de assistir? Eu estou assim, mas odeio - sim, eu odeio - estreias. Aquela multidão gritando no cinema tira a minha paciência (risos). Vou tentar assistir o mais rápido possível. Pelo que eu vi pelos teasers e trailer os detalhes estão muito bem feitos, a atuação da Jennifer parece visceral, voraz.

Então é isso, essas foram as minhas boas impressões sobre Em Chamas.

Abraços,
Rogério Queiroz.



12/11/2013


Olá, pessoal!
Vamos conhecer o trabalho de mais uma autora nacional que está no começo da carreira mas que já chega prometendo com um livro leve e instigante.



A autora Carla Pachêco é carioca, mas mudou-se para a cidade considerada o “Paraíso das Águas”, Maceió, em Alagoas, pouco antes de completar seus 16 anos. Formou-se em Medicina, especializou-se no cuidado ao paciente crítico, e há mais de 10 anos atua como médica intensivista em Unidades de Terapia Intensiva. Apaixonada também por escrever e viajar resolveu dar uma guinada na sua vida, desvendar esse outro universo que tanto a fascina, e agora escreve seu primeiro livro. Nele, narra suas experiências e memórias de viagem, revelando sua forma mais íntima de conhecer, ver e sentir o mundo.


PERFUME DE HOTEL - NOVA IORQUE.
Chiado Editora.
114 páginas.
Lançamento previsto para o primeiro trimestre de 2014.
Gênero: Viagens, crônicas e memórias.

Sinopse: Quem não ama um bom perfume? O perfume imprime o resultado da combinação entre a essência e a nossa pele, e é isto que dá o toque final a cada fragrância, que deixa no ar uma memória sem par de nós, e desperta para cada um diferentes sensações. PERFUME DE HOTEL - NOVA IORQUE traz em suas notas as impressões únicas e o aroma de cada lugar na visão da autora, que traduz de maneira deliciosa, leve, bem humorada, e rica em detalhes, os prazeres e descobertas dessa magia que é viajar, para quem gosta de conforto e sofisticação, mas sabe desfrutar dos pequenos prazeres, aprecia os detalhes, e se entrega as emoções de viver e partilhar recordações.

Você não vai resistir ao poder do perfume!


Vamos conferir alguns quotes para aguçar a curiosidade sobre esse lançamento.


“Perfume e sabor às vezes são difíceis de separar. Um perfume nos remete ao sabor de um momento, e um sabor traz à memória o perfume que marcou um momento”.



“É exatamente assim que vou guardar esse meu encontro com o Central Park, com um perfume e sabor incomparáveis, únicos, que tornarão à minha memória todas as vezes que falar desse dia.”

Ainda no primeiro trimestre de 2014 ocorrerá o lançamento oficial de "Perfume de Hotel - Nova Iorque" e todos poderão encontrar o livro nas livrarias. Enquanto isso, a partir de dezembro o livro começará a ser vendido por pedidos no contato da autora: contato@carlasgpacheco.com . Então é isso.

Links
Facebook - Perfume de Hotel
SKOOB - Perfume de Hotel


Abraços,
Rogério Queiroz.



10/11/2013



Olá!!!
Fazer post "Caixa de Correio" é uma das melhores coisas da vida de blogueiro literário (risos). É sempre bom exibir os livros (meus preciosos) para vocês. Eu prometi para mim que não compraria mais livros nesse mês - minha missão falhou -, mas na verdade acabei comprando apenas dois livros que eu desejava muito, acho que valeu a pena ter feito a compra. Vamos deixar de enrolação e partir ao que interessa.


A Quinta Testemunha - Michael Connelly
Ganhei o sorteio de aniversário do blog Café com leituras! e recebi esse livro e mais alguns marcadores. Quem acompanha o Uma dose de palavras sabe o quanto eu gosto e admiro a Neriana Rocha (Neri), desde sempre ela me ajudou, me deu várias dicas sobre como funcionava a blogosfera literária, no entanto, faltava algo para que eu gostasse mais ainda dela (risos²). Faltava ganhar um sorteio, iup. Obrigado, Neri.

Cidades de Papel - John Green
Lançamento do autor mais em alta dos últimos tempos... Eu olhei para o livro, o livro olhou para mim, eu tinha acabado de receber a grana da bolsa... Todos os fatores influenciaram essa compra. Eu estava de olho em Cidades de Papel, participei de algumas promoções mas não rolou. Quero muito conseguir ler no próximo mês. Ah, temos que enaltecer a beleza dessa capa e da edição que a Editora Intrínseca produziu, assim como A Culpa das Estrelas que eu também comprei recentemente, esse livro é lindo!

Reiniciados - Teri Terry
Não sei se vocês sabem, a sorte anda me visitando com frequência. Sim, ganhei mais um livro em sorteio. Dessa vez foi no blog da Diana Cavalcante (Dih)Minhas Escrituras - e é a segunda vez que eu ganho no blog da Dih, a segunda vez que ela me faz feliz. 
A Editora Farol me enviou o livro com alguns marcadores e a edição também é muito bonita!


Fogo Cruzado - James Paterson
Esse livro foi a minha segunda compra, estava baratinho, super oferta 9,99... não tive escolha se não comprar. Contudo, tem algo me irritando nesse livro. Fogo cruzado faz parte da Série Alex Cross e eu não sei porque razão a Editora Arqueiro não numera os livros (livro 1, livro 2...livro n) para que os leitores tenham a oportunidade de acompanhar a série na ordem correta.

O Reino de Mira - Mateus Lins
Recebi O Reino de Mira da parceria com a Editora Modo, vou ler ainda esse mês (eu juro!). O livro é todo ilustrado, tem uma trama parecido com a dos contos de fadas e, eu acho, que é um livro leve e bem interessante. Ah, o autor, Mateus Lins, é do Ceará. A Terra do Sol está se mostrado cada vez mais cheia de talentos.

1º a morrer - James Patterson
Coloquei esse livro nesse post, pois, ele chegou para mim pelo correio, entretanto (no entanto, contudo e porém), ele não me pertence. 1º a morrer é o primeiro livro da série O Clube da Mulheres Contra o Crime, escrita pelo James Patterson, e meu amigo (amigão!) Anderson Feliz que mora em Pernambuco me emprestou para que eu possa acompanhar a série na ordem correta, porque eu comprei o 3º livro da série pensado que não haveria problema se lesse fora da ordem. Obrigado, Anderson, já estou lendo, ok.


Está aí a pilha de livros do mês de novembro, certamente outros livros virão nesse mês (eu creio!) e, com certeza, terei o maior prazer em mostrar todos, tá. 

O que acharam da Caixa de Correio #7 ? Já leram algum desses que eu mostrei? 
Então é isso! 

Se cuidem!
Rogério Queiroz.


09/11/2013


Olá, tudo bem?
Que tal conferir os lançamentos deste mês das Editoras Arqueiro e Sextante. Todos já sabem que eu sou super fã e fazer esse divulgação, pra mim, é muito legal.



O Inocente - Harlan Coben
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2013 / Páginas: 336


Sinopse: Ao mesmo tempo forte e avassalador, o livro traz uma história que prende irresistivelmente a atenção - ela trata das escolhas que todos nós um dia somos obrigados a fazer e como alguns erros podem mudar nossa vida para sempre. Quando jovem, Matt Hunter matou acidentalmente um rapaz quando tentava separar uma briga. Foi preso e condenado a quatro anos de prisão. Agora, ao lado da esposa Olívia, grávida de seu primeiro filho, sua vida parece tranqüila, até que recebe misteriosas ligações em seu celular com câmera: imagens perturbadoras de Olívia e de um homem misterioso. Quando o sujeito morre com dois tiros no rosto, Matt passa a ser o principal suspeito não só desse homicídio, mas também de outros. Pois parece haver uma conexão macabra entre esses crimes e o passado de Matt... e o de Olívia também...


Lua Vermelha - Benjamin Percy
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2013 / Páginas: 432

Sinopse: Eles vivem entre nós. São os seus vizinhos, a sua mãe, o seu namorado. Eles mudam do dia para a noite. Como toda adolescente, Claire Forrester se acha meio deslocada. Quando agentes do governo invadem sua casa e matam seus pais, ela percebe o quanto é diferente. Claire pode se transformar em uma criatura semelhante a um lobo. Ela é uma licana. Patrick Gamble entra em um avião e, horas depois, desembarca como o único sobrevivente de um ataque terrorista promovido pelos licanos. Da noite para o dia, ele vira um herói nacional: o Menino-Milagre. O governador Chase Williams jura que, se for eleito presidente, protegerá o país da ameaça que aterroriza a população. Em meio ao acirramento dos conflitos entre humanos e licanos, seu discurso intensifica a discriminação. No entanto, ele vai se tornar exatamente aquilo que prometeu destruir. Cada um a seu modo, os três estão envolvidos em uma guerra que tem sido controlada com leis, violência e drogas. Mas uma rebelião está prestes a estourar, provocando mortes e destruição e entrelaçando seus destinos para sempre. Com a chegada da noite da lua vermelha, o mundo se tornará irreconhecível. A batalha pela sobrevivência da humanidade irá começar.


Feliz Natal, Alex Cross - James Patterson
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2013 / Páginas: 176


Sinopse: É véspera de Natal, tempo de paz e fraternidade Infelizmente nem todos pensam assim. Após deter um ladrão que estava roubando a caixa de doações da igreja, tudo o que Alex Cross quer é ter uma noite feliz com sua família. Mas, para tristeza de seus filhos, de Bree e de Nana Mama, o detetive será convocado para solucionar não apenas um, mas dois casos no feriado. Numa bela mansão, uma família é mantida refém Alex atravessa a cidade rumo a uma das regiões mais nobres de Washington. Henry Fowler, um famoso advogado que viu sua vida e sua carreira serem arruinadas, ameaça matar os filhos, a ex-mulher e seu novo marido. Psicótico e viciado em metanfetamina, Fowler precisa ser detido. Mas a pergunta que não sai da mente do psicólogo que habita em Cross é: o que faria alguém tão bem-sucedido afundar dessa maneira? Envenenamento e terror na estação de trem Convocado às pressas pelo FBI, Cross terá que capturar uma antiga inimiga: a terrorista Hala Al Dossari, que foi reconhecida por uma das câmeras da Union Station. Em pouco tempo acontecem mortes e explosões. Mas será esse ataque seu único objetivo? Ou tudo fará parte de um plano maior, capaz de gerar uma catástrofe nacional?

Álbum de Casamento - Nora Roberts
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2013 / Páginas: 288

Sinopse: Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

 Abbi Glines - Paixão sem Limites
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2013 / Páginas: 192

Sinopse: Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

Esses são os lançamentos do mês de novembro da Editora Arqueiro e adivinhem qual eu resenharei em breve? Quem acompanha o blog sabe que eu sou fã do Harlan Coben, não tem como não escolher O Inocente. Aguardem.



Links: 
Instagram
Abraços,
Rogério Queiroz.