Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

28/05/2015


Título: Perfume de Hotel: Chile
Autor: Carla Pachêco
Editora: Viva Editora
Páginas: 96

O segundo frasco de um perfume irresistível.



Tudo começou quando, em um almoço de domingo com os amigos, surge a ideia de uma nova viagem, Carla Pachêco que adora viagens já se anima com a ideia e, logo, começa a pesquisar sobre seu próximo destino: Chile.

“E, de repente, o almoço de domingo virou uma festa maior ainda, recheada de novos sonhos e muita expectativa por uma das coisas que mais amo fazer: viajar.” (Página 14)

“Perfume de Hotel - Chile” é o segundo livro escrito por Carla Pachêco e, assim como o primeiro, a narrativa se mostra delicada e perspicaz. Com muito humor e sensibilidade o livro traz as aventuras de Carla e seus amigos (incluindo o marido) pela terra de Pablo Neruda. 

Além de todos os detalhes sobre a viagem, os lugares que eles visitaram (Os Andes, os vinhedos, restaurantes...), as emoções e a descrição de cada perfume novo, o que me agrada na escrita muito autobiográfica da autora são suas referências à música (citando até Sandy e Junior em um determinado momento), cinema, arte; e a parte mais bacana são os relatos da infância (os chamados flashbacks) que dão uma quebra sutil na narrativa, deixando-a mais leve e rica. 

É um livro curtinho com 96 páginas e pode ser lido em menos de uma hora, mas a vontade é de que ele não acabe nunca. Eu fiz várias marcações com post-its (como pode ser visto na imagem abaixo) para não deixar escapar nenhum quote interessante.



“Perfume e emoção mantêm uma relação muito íntima. Um perfume é guardado na memória, acompanhado da emoção, do sentimento que experimentamos naquele momento, e quando acessamos essa memória afetiva e revivemos essa emoção, provamos do mesmo perfume. Por isso há quem diga que é quase impossível dissociar perfume de afeto.” (Página 44)

“Eu preciso estar em movimento, ter sonhos e perspectivas em mente, estar borbulhando como um bom espumante, translúcida assim como ele para me sentir plena. É assim, de alma transparente e efervescente, que me sinto livre, inteira, pronta para a vida.” (Página 86)


Bom, Perfume de Hotel é uma leitura que eu indicaria para todos: para quem deseja uma leitura para se entreter, para os que desejam viajar dentro de um livro e para os que pretendem refletir sobre as emoções proporcionadas pelos perfumes da vida.


Links:



Abraços,
Rogério Queiroz.