Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

28/01/2014


Título: A Corte do Ar
Autor: Stephen Hunt
Editora: Saída de Emergência Brasil
Páginas: 544



"Se você não vive no limite, está ocupando espaço demais."
Stephen Hunt

A Corte do Ar é um livro completamente diferente de tudo o que eu já li. O cenário é quase vivo e compõe toda a história de uma maneira única. A trama se passa no Reino de Chacália, em um passado onde não havia aviões ou máquinas modernas e, ao invés disso, o que se observa são prédios vitorianos, aerostatos, robôs inteligentes e alguns bordéis.

Durante a história o leitor acompanha dois órfãos que lutam para sobreviver e, ao mesmo tempo, cada um possui a capacidade e um poder que pode salvar o mundo - como está escrito na contra-capa. 

Molly Templar e Oliver Brooks passam por momentos difíceis, perdem todos com quem se importavam e, a partir de então, começam a ser perseguidos.

Bom, voltando um pouquinho... Molly é uma órfã literalmente, ela vivia no orfanato Portas do Sol. Em Chacália, os jovens que viviam nos orfanatos eram enviados para diversos serviços nas cidades e Molly nunca se dava muito bem nos seus "empregos", pelo fato de que as condições de trabalho eram péssimas. As atitudes da garota, então, instigaram a ira do inspetor que, como último ato de repressão contra Molly, vende a menina para a Rainha das Prostitutas... ela teria que viver e trabalhar em um bordel. Como se não bastasse toda essa situação, Molly ainda sofre um atentado no prostíbulo e quando volta ao orfanato em busca de ajuda descobre que todos estão mortos.

Oliver Temple é um garoto especial, e isso não é uma coisa boa. Na infância, Oliver ficou muito tempo exposto à Brumaencantada, e as pessoas que entram em contato com essa tal Brumaencantada podem ficar loucas ou desenvolver habilidades, se tornando um ser Encantado (Humanos com superpoderes de origem mágica). Sendo assim, toda semana ele passa a ser entrevistado pela polícia, e se, por acaso, desenvolvesse algum dom não poderia mais ficar na sociedade, ele seria um risco e deveria ser controlado. Oliver, perdeu os pais quando era criança - na época citada acima -, e morava com o tio e um criada que o tratava como a um filho. O jovem também perde as pessoas que ama, assim como Molly, de forma inexplicável.

Muitos inimigos tinham presumido que aquele que prefere não lutar equivale àquele que não é capaz e que não quer lutar. Contudo, todos tinham sido severamente castigados por isso. (página 23)

Os acontecimentos acima são o ponto de partida para uma grande perseguição aos dois jovens e o leitor não sabe quais os reais motivos para aquilo acontecer.

* * *

O Steampunk é um estilo que eu não conhecia, no início foi muito complicado ler essa história, sobretudo pelos termos novos criados pelo autor. Mesmo com um glossário no final do livro, algumas palavras não foram incluídas.

Corte do Ar: Uma organização altamente secreta existente acima das nuvens e que policia e vigia a situação política do reino de Chacália. São também conhecidos como "observadores dos céus". (Glossário)

Edição:


Como eu já disse antes, A Corte do Ar é o livro mais bem feito em termos de arte, design.... que eu tenho. O livro foi cedido pela Editora Saída de Emergência Brasil. Folhas amareladas, fonte muito boa, os capítulos são medianos e longos - o que tornou a leitura um pouco complicada pra mim. A capa do livro é uma obra de arte, não há dúvida, mesmo quem não tem interessa em ler o livro vale a pena tê-lo na estante.

Classificação:

Links:
Facebook SdE
Twitter SdE
Instagram
Site Saída de Emergência Brasil



Abraços,
Rogério Queiroz.






Olá, pessoal, tudo bem com vocês???

Hoje eu venho com uma super mega promoção!!!
O blog Minhas Escrituras se juntou com 3 blogs I Love My BooksLembranças Literárias e A Universitária para comemorar juntos esse aniversário super especial, afinal de contas estamos felizes porque os blogs estão completando seu primeiro ano de vida!
Pensando nisso, alguns amigos e parceiros blogueiros foram convidados para participar dessa comemoração, contando com uma Editora parceira do blog Minhas Escrituras e um autor parceiro também.


Regrinhas:
*Seguir todos os blogs em modo público (obrigatório) no Google Friend (que fica geralmente na lateral dos blogs em um ícone azul).
*Curtir a fanpage da editora e do autor parceiro (obrigatório).
*Após cumprir a regra obrigatória automaticamente no formulário abrirá as chances extras, lembrando que se você clicar terá que seguir a regra, porque se não tiver automaticamente será desclassificado (a) sem aviso prévio.
*Ser residente em território nacional.
*Os blogs, autor parceiro e a editora não se responsabilizam pelo extravio dos correios ou informação de endereço errado.
*Os blogs, autor parceiro e a editora tem até 45 dias após a confirmação dos dados dos sorteados para enviar seus respectivos prêmios e cada um terá a responsabilidade de enviar seu prêmio.
*O resultado sairá em até 4 dias após o dia 27/02.
*O sorteio tem inicio no dia 28/01 até 27/02.
*Informar um email válido para contato e deixar seu nome de seguidor (a) nos comentários.

Então chega de tanta falação e vamos aos formulários? Lembrando que você pode participar de todos, mas se for sorteado (a)  em um não poderá ser sorteado (a) nos outros.







27/01/2014


Título: Para Sempre
Autor: Kim e Krickitt Carpenter
Editora Novo Conceito
Páginas: 144


SKOOB
- Eu lhe disse. Não sou casada. (Página 8)

Para Sempre é uma história real que foi romanceada, e, sinceramente, parece ficção de verdade. Os autores são os personagens principais.

O enredo se incia com a forma que o Kim e a Krickitt se conhecem... Digamos que é uma maneira diferente de conhecer a mulher com quem vai se casar. Kim telefona para o SAC de uma loja para ter informações sobre uma jaqueta, ele é treinador do time de Beisebol de uma universidade, surpreendentemente é atendido por uma moça com uma voz tranquila.

Durante um tempo ele passa a telefonar bastante para este SAC, com a intenção de falar com Krickitt, até que um certo dia a atendente lhe dá o número de seu telefone pessoal. 

Os dois desenvolvem um relacionalmente muito íntimo e ao mesmo tempo sensível, pois as intenções dos dois estão mais baseadas no amor e no compromisso - eles são muito religiosos -, passaram um período sem saber como o outro era até que trocaram fotografias... As coisas acontecem no tempo certo... Enfim, marcam alguns encontros e dessa forma eles sabem que se completam e isso só poderia dar em casamento, ok?!

Mas será que uma história de amor pode ter o seu Final Feliz no primeiro capítulo? 

[...] Acima de tudo prometo ser o homem por quem você se apaixonou.

[...] Eu me sinto honrada em ser sua esposa. Sou toda sua , Kimmer. E eu amo você.

O casal decide passar o dia de ação de graças na casa dos pais de Krickitt e para isso eles tem que fazer uma longa viagem de carro. No percurso Kim se sente indisposto e a esposa se oferece para guiar o carro - eles também estão dando uma carona para um um amigo -, Kim, então, se deita no banco traseiro. Era uma noite escura e havia um caminhão com problema na estrada, mas não era possível vê-lo, Krickitt só se deu conta do veículo quando estava muito perto, ela até tenta uma manobra brusca, mas acaba sendo atingida por uma caminhonete que vinha logo atrás.

Devido o acidente os dois sofrem graves ferimentos, mas Krickitt é que sofre as piores lesões, precisa passar por um tratamento demorado, passa um tempo em coma e o seu cérebro foi afetado. Ela passa algum tempo internada em um centro de tratamento para tentar recuperar sua condição física e mental, e é então que Kim tem a confirmação da perda da memória da esposa, ela simplesmente não consegue lembrar que se casou... ou que o ama.



* * *

Para sempre é uma história narrada em primeira pessoa pelo Kim e eu acredito que o leitor costuma ficar muito íntimo do narrador, e isso aconteceu comigo. 

Não sou grande fã de romances, já disse isso várias vezes, no entanto, comprei Para Sempre no intuito de presentear uma amiga, e eu não tinha lido o livro, pois bem, o pacote chegou na sexta e eu senti vontade de ler, não resisti - eu admito - e hoje, dia 27 é o aniversário dela... ela receberá um livro que já foi manuseado - só lamento (risos). 

Gostei bastante do que li, a trama não tem grandes reviravoltas ou surpresas inacreditáveis, é como se fosse realmente uma biografia... A vida pode sim ser muito surpreendente, mas é a vida, e o livro se concentra em relatar a verdade, a realidade dos fatos.

Eu comecei a ler este livro como se fosse uma ficção, mas ao longo da história eu fui me dando conta de que aquilo tudo tinha acontecido de verdade e isso foi de alguma forma muito assustador. É difícil saber que, às vezes, a vida é cruel e, ao mesmo tempo, o livro me trouxe um grande ensinamento: é possível recomeçar!

Edição:

O livro tem 144 páginas, a edição feita pela Novo Conceito é muito boa com folhas amarelada e fonte grande, não há grande dificuldade na leitura, encontrei apenas um erro de revisão (o que não chega a ser um problema). Algumas pessoas não gostam de livros com capas de filme, eu não me incomodo.

Classificação:

Foto do casal Kim e Krickitt:



Abraços,
Rogério Queiroz.


24/01/2014


Olá, pessoal, tudo bom?
Hoje quero apresentar para vocês os novos lançamentos da Editora Arqueiro.


A Editora está bem eclética em termos de novidades, temos drama, romance histórico, romance policial e um livro mais hot, vamos conferir os lançamentos de fevereiro.



Amigas para Sempre - Kristin Hannah
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2014 / Páginas: 352

Sinopse - Amigas Para Sempre - Firefly Lane - Livro 01 - Kristin Hannah: Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.


Terra sem Lei - John Sanford
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2014 / Páginas: 288

Sinopse - Terra Sem Lei - Virgil Flowers - Livro 03 - John Sandford: Em um raro momento de paz, o detetive Virgil Flowers começa a se preparar para um torneio de pesca em um lugar paradisíaco. No entanto, seus planos são arruinados quando ele recebe uma ligação do chefe, Lucas Davenport, informando-o do assassinato da presidente de uma famosa agência de publicidade. O cenário do crime não podia ser mais improvável: uma bela pousada junto a um lago, que hospeda apenas mulheres interessadas em relaxar e aproveitar o contato com a natureza. A vítima foi baleada durante seu passeio matinal de caiaque e as evidências apontam para um crime passional ou por dinheiro. Com seu estilo despojado e brincalhão, Virgil chega à cena e dá a impressão de que não deve ser levado a sério, porém não descansará enquanto não solucionar o caso. Ele descobre que a morte de Erica não foi a primeira da região e que a pousada está ligada a diversas histórias de ciúme, traição, orgulho e cobiça. Todas elas parecem ter conexão com uma banda country feminina e sua cantora de voz poderosa que almeja o estrelato. Nessa terra sem lei, o investigador precisa desvendar o mistério antes que o assassino faça mais uma vítima - e ninguém, nem o próprio Virgil, está a salvo.


Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2014 / Páginas: 304

Sinopse - Um Perfeito Cavalheiro - Familia Bridgerton - Livro 03 - Julia Quinn: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.


Tentação sem Limites - Abbi Glines
1ª Edição/ Editora: Arqueiro / Ano: 2014 / Páginas: 208


Sinopse - Tentação Sem Limites - Sem Limites - Livro 02 - Abbi Glines: A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la? O terrível segredo de Rush Finlay. Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.


Esse são os livros que serão publicado no mês de fevereiro. Depois farei mais uma postagem para apresentar os lançamentos de março - eu já estou louco por Six Years do Harlan Coben.

Links:
Site Arqueiro
Facebook
Twitter
Instagram


Abraços,
Rogério Queiroz.


22/01/2014


Título: Reiniciados
Autor: Teri Torry
Editora Farol Literário
Páginas: 432


A história se passa em 2054 depois que grandes manifestações juvenis se transforam em grandes atos violentos, o governo teve que se reinventar, adotando medidas drásticas... Bom, ao invés de punir severamente os "jovens delinquentes" com a prisão, pena de morte... o governo decidiu que eles poderiam ter uma segunda chance, pois com certeza essa personalidade violenta estava relacionada à forma e ao ambiente em que essas pessoas foram criadas, sendo assim, depois de um procedimento cirúrgico esses ex-delinquentes podem aprender como ser um cidadão controlado... claro que para isso é instalado uma espécie de relógio, chamado Nivo, que monitora o nível de felicidade/raiva/tensão. Esse controle se dá por uma escala que vai de 0 a 10, digamos que o 10 seria o estado máximo de alegria, enquanto abaixo de 2 significa que o Reiniciado representa um risco para si mesmo e para a sociedade, dessa forma, se isso acontecer, um chip que é implantado no cérebro no momento da "Reiniciação" explode eliminando o risco.

Em Reiniciados acompanhamos a jovem Kyla de 16 anos. Depois de cometer alguma infração, ou de ir contra o que o governo diz, Kyla tem sua memória apagada, todas as suas lembranças se perdem e ela não sabe mais quem é. Após 11 meses aprendendo a viver de novo em um complexo hospitalar, ela está pronta para ser inserida novamente na sociedade e está à espera de sua família - uma família que ela nunca viu. 


Kyla se muda para o novo lar, uma casa que fica em um vilarejo nos arredores de Londres. A família é formada por Mamãe, Papai e Amy. Amy é uma Reiniciada feliz que não contesta e não questiona o porquê das coisas serem daquela forma.




O livro se mostra monótono. O leitor acompanha Kyla tentando se adaptar àquela realidade, mas ela acaba se tornando uma adolescente normal, inteligente, talentosa - ela adora desenhar. A Reiniciada também tem sonhos (pesadelos) muito estranhos que estão de alguma forma relacionados ao seu passado apagado.

Kyla passa a frequentar a escola e enfrenta problemas com alguns colegas, como é corriqueiro em alguns livros mais juvenis. Como ela é uma Reiniciada ela precisa ir para umas reuniões, uma espécie de grupo de apoio para Reiniciados, e é lá que ela conhece Ben. Digamos que Kyla e Ben se tornam mais que amigos...


* * *


Reiniciado é uma distopia e é o gênero que está mais em alta atualmente, concordam? Porém, eu senti falta de um ambiente mais distópico, eu percebo esse livro como uma história que tem um contexto político ditatorial. É uma ditadura - claro isso é um dos pontos que caracterizam a distopia. Estou confuso quanto a isso.


Eu criei muita expectativa em cima desse livro e por isso não gostei tanto quanto esperava. Achei a história parada a maior parte do tempo, com alguns poucos picos de ação verdadeira. A trama é bem tensa, mas fica muito no campo do medo do que o governo pode fazer, o leitor não tem acesso direto ao tipo de tratamento aos quais as pessoas que não seguem as leis são sujeitas, até porque esse livro é narrado em 1ª pessoa pela Kyla.

Não é uma história ruim, no entanto, me decepcionei porque muita gente, muita gente mesmo, adorou e comigo não foi assim.

O livro tem uma capa muito bonita, a diagramação é bem legal: a fonte é grande com espaçamento que deve ser duplo, folhas amareladas

Pontos negativos:
A falta de profundidade no que ocorreu no passado (esse é uma passado próximo, tá, cerca de 30 anos antes), o que motivou as manifestações e porque elas se tornaram violentas. Eu acredito que isso vai ser melhor trabalhado no próximo livro da série.
Outro ponto negativo é que o livro não traz informações sobre a autora, geralmente temos essas informações na orelha, mas na edição brasileira não temos uma pequena biografia sobre Teri Terry.

Classificação:

Abraços,
Rogério Queiroz.



20/01/2014


Olá, pessoal.
Vamos à postagem de segunda.

Eu - acho que vocês também - continuo apaixonado por marcadores de texto e minha coleção cresceu graças ao Grupo Editoria Record que me mandou os seus marcadores incríveis. 


Bom, no ano passado (2013) acessei o site da Editora Record e entrei em contato com eles solicitando marcadores de texto, eles demoraram um pouco para me retornarem, depois me responderam informando que demoraria um pouco para acontecer o envio mas que me enviariam, sim, alguns marcadores. Na semana passada o correio me trouxe 20 marca textos e eles são surpreendentemente lindos.

Olhem: 



Por hoje é isso, o post de segunda quase sai na terça, mas o importante é que deu certo. Desejo a todos um ótimo começo de semana e muita coragem para encarar a rotina de trabalho e estudo.

Abraços,
Rogério Queiroz.


17/01/2014


Olá, pessoal!

Hoje estou passando rapidinho para informar à todos uma super novidade da Editora Saída de Emergência Brasil, o Prêmio Bang! que é uma grande oportunidade para os autores de literatura fantástica, pois pode ser a chance de uma publicação aqui no Brasil e em Portugal, por uma editora conceituada.

Leiam o banner informativo e participem, ainda dá tempo!  


Site - Revista Bang


Boa sorte!!!

Abraços,
Rogério Queiroz.


15/01/2014


Olá, pessoal!!!
A última vez que fiz uma caixa de correio foi dois meses atrás... Faz um tempão, deixei os livros acumularem, mas acabei não fotografando todos que eu comprei - sim, bateu aquela preguicinha no meio do processo. - Depois mostrarei os livros que ainda não fotografei. 

Vamos começar:

A Corte do Ar - Stephen Hunt


A Corte do Ar é o livro mais bem feito em termos de arte, design.... que eu tenho. O livro foi cedido pela Editora Saída de Emergência Brasil. Eu já deveria tê-lo lido, mas coloquei outras leituras na frente. A trama é em um gênero que eu não conheço, o Steampunk, é uma espécie de ficção científica com máquinas à vapor, dirigíveis e outras coisas que eu preciso ler para descobrir. Está na meta de leituras para janeiro.

Trilogia do Mago Negro - Trudi Canavan


Essa trilogia eu ganhei de uma amiga, professora, colega de classe, a "Tia Mayra". Foi um presente de Black Friday, sabe. Eu simplesmente adorei os livros, o presente, o carinho. 

Bela Maldade - Rebecca James & Sombras de um Verão - Sidney Sheldon


Bela Maldade: Bom, eu comprei esse livro numa promoção da saraiva e ele me custou 4,90. Apesar de se um valor incrível eu tive uns probleminhas com eles, demorou bastante para chegar e outros livros que eu havia comprado não estavam em estoque e acabei tendo que pedir reembolso. No entanto... o livro é lindo, brilha, eu passei horas olhando e acariciando essa capa com esses arames farpado em detalhes. :3

Sombras de um verão: Mais um livro do meu autor favorito... mas ele está morto! Isso mesmo, a autora Tilly Bagshawe está dando continuidade às obras do Mestre através de anotações que ele deixou - muitas anotações pelo visto. 

James Patterson


Em 2013 eu conheci a escrita do autor e fiquei muito feliz por ter uma nova opção de Romances Policiais. Comprei alguns livros dele, os últimos foram "O Diário de Suzana para Nicolas" e "Eu, Alex Cross". Já li o primeiro e achei emocionante, dramático, sensacional demais, bem deferente do que ele costuma escrever.

Série Mortal


A série mortal é escrita pela autora best seller Nora Roberts sob o pseudônimo de J. D. Robb. É uma série policial futurística que acompanha os casos da detetive Eve Dallas. Esses livros que eu tenho são naquela edição econômica "Vira-vira" que são dois livro em um - e pelo preço de um. Eu só li o primeiro Nudez Mortal, e comprei recentemente o vol.3 e vol.4, são esse dois que estão na parte de baixo da foto.


Por hoje é isso, mas depois vou mostrar os outros livros que comprei ou recebi de parceria, incluindo As Crônicas do Gelo e Fogo.



Abraços,
Rogério Queiroz.



11/01/2014


Título: A Guerra dos Tronos
Autor: George R. R. Martin
Editora Leya
Páginas: 592



"Quando se joga o jogo dos tronos, ganha-se ou morre. Não existe meio-termo." (Página 346)

Lorde Arryn, Mão do Rei, o segundo homem mais poderoso dos Sete Reinos, está morto e alguém precisa ocupar o cargo. No caso o Rei é o grande - em tamanho principalmente - Robert Baratheon e ele decide nomear para ser a Mão seu grande amigo Eddard Stark, senhor de Winterfell.

Eddard Stark vive no Norte com sua família, a esposa Catelyn, seus cinco filhos: Robb, Bran, Rickon, Sansa e Arya, também não posso esquecer do Jon Snow, ele é bastardo, filho do Ned/Eddard.

O Rei Robert resolve ir com uma comitiva do Sul - onde está localizada a sede do poder do reino em Porto Real - para o Norte. Está claro que ele pretende fazer o convite pessoalmente para que Ned não tenha como dizer não. No entanto, Catelyn recebe uma carta muito suspeita de sua irmã que é a viúva de Lorde Arryn, Lisa Arryn, na carta estão todas as suspeitas de que os Lannister assassinaram a Mão do Rei. Acontece que a Rainha é uma Lannister.

Com essa nova informação, Eddard se vê dividido com o pedido, as coisas podem se tornar perigosas, mas ele acaba por aceitar, pois o Rei é como um irmão e ele precisa proteger o homem de um inimigo que está tão próximo.

O jovem Bran é um garotinho de 7 anos e sua diversão é escalar. Em uma dessas aventuras ele acaba escutando uma conversa reveladora, apesar dele não entender muito o que as pessoas falam... Coisas acontecem e o pequeno Brandon "despenca" de uma torre muito alta e entra em coma correndo um grande risco de morrer. 
"A morte é terrivelmente final, ao passo que a vida está cheia de possibilidades." (Página 69)
Mesmo com a queda do filho Bran, O Senhor de Wintefell viaja para o sul com suas filhas Sansa e Arya, deixando Carelyn para trás e Robb em seu lugar. Jon Snow, o bastardo não poderia ir junto com o pai para Porto Real e também não se sentia confortável para ficar em Winterfell já que a senhora Stark não lhe vê com bons olhos... Como solução Jon decide entrar para a Patrulha da Noite que é uma guarda especial que protege os Sete Reinos dos perigos que se encontrar depois da muralha.

A família Stark está dividida e os perigos estão por todos os lados... O inverno está chegando.


* * *

Do outro lado da história acompanhamos o drama da princesa Daenerys Targaryen. Os Dragões, ou seja, os Targaryen constituíam a linhagem de reis dos Sete Reis mas aconteceu uma grande guerra - bem complexa e cheia de implicações -, na qual os dragões foram mortos, derrotados e destronados por Robert Baratheon que se tornou Rei. Os remanescentes desta grande guerra foram apenas duas crianças: Viserys e Daenerys, que depois de alguns anos continuam vivos, sobrevivendo nas Terras Livres. Viserys é o irmão mais velho e é obcecado pela retomada do trono e para isso ele vende a própria irmã em troca de um grande exército.

 * * *


A Guerra dos Tronos é um livro imenso e isso todos sabem, mas é tão desafiador que acaba se tornando uma leitura prazerosa e quando eu terminei pensei duas coisas: "Eu li A Guerra dos Tronos!" - orgulhoso de mim - e depois "Ainda falta tanta coisa para ler..." - feliz por a série ser extensa e preocupado com o meu ritmo lento.

Bom, o que falar desse livro, muito gente já resenhou, muita gente assiste à série e muitos comentários e spoilers rolam pelas redes sociais. Contudo, só quem tem a oportunidade de ler e se entregar de verdade a esse mundo novo e muito criativo sabe o que é um livro bom, mas bom de verdade.

É demagogia dizer que é uma leitura fácil, porque tem muita coisa acontecendo, são muitos personagens, não é um livro para ser lido em pedaços... assim não rola, tem que ler de uma vez só e esquecer de algumas coisas, como eu fiz (risos), demorei 17 dias para ler tudo... demorei, mas não importa.

George R. R. Martin tem que ser reverenciado por ter criado essa série. Os personagens são complexos, tridimensionais, bons e maus ao mesmo tempo, muito amáveis, muito odiáveis, mas é um ódio real e palpável... Eles também têm razão de ser, as ações são motivadas e justificadas, as vinganças estão muito bem embasadas e é tudo muito imprevisível, não dá para se apaixonar demais por alguma história porque o autor é um cara totalmente impiedoso, ele não pensa no luto que o leitor vai entrar depois de algumas mortes.    

É uma história épica, vai entrar para a história da literatura fantástica. Nesse livro temos ainda poucos elementos mágicos ou fantásticos, o que pra mim é bom ter um pé na "realidade". Também pode-se dizer que é uma trama medieval com os cavalheiros de armadura, os campeonatos, as batalhas...

O único ponto negativo na minha opinião é a tradução do título que no inglês é o famoso "Game of Thrones", na minha opinião ficaria mais interessante traduzir para O Jogo do Trono, pois durante grande parte da narrativa o leitor acompanha as conspirações e articulações de pessoas que querem o trono de ferro para si... Ah, mas eu também gosto do título A Guerra dos Tronos, isso é apenas uma opinião muito pessoal.

Então, é mais ou menos isso, haha, tentei falar apenas sobre o comecinho da história para não soltar spoiler.

Ops, tenho que falar quem são meus personagens favoritos e os que eu não gosto de forma alguma.

Favoritos:
  1. Arya;
  2. Daenerys;
  3. Tyrion (O anão).

Odiados:
  1. Rainha Cercei
  2. Catelyn Stark
  3. Joffrei Baratheon

Classificação
Pessoal, é isso. Claro que deixei muitas coisas de fora, fatos importantes, mas tentei ao máximo escrever uma resenha "curta".

Abraços,
Rogério Queiroz.

  
08/01/2014


Olá, pessoal.
Finalmente, depois de dezessete dias, terminei de ler A Guerra dos Tronos, vou tentar escrever uma resenha para sexta, mas será complicado.

E agora, o que eu estou lendo? 
Reiniciados da autora Teri Terry, ainda estou no início da leitura e, de alguma forma, eu esperava mais ação... vou dar uma avançada nas páginas para ver como esse início se desenrola em uma trama tão bem comentada.

SKOOB

Sinopse - Reiniciados - Slated - Livro 01 - Teri Terry: As lembranças de Kyla foram apagadas, sua personalidade foi varrida e suas memórias estão perdidas para sempre. Ela foi reiniciada. Kyla pode ter sido uma criminosa e está ganhando uma segunda chance, só que agora ela terá que obedecer as regras. Mas ecos do passado sussurram em sua mente. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar em sua busca pela verdade?

Ganhei Reiniciados em um sorteio do blog Minhas Escrituras da DiH, acho que foi uma grande sorte e tenho grandes expectativas em relação ao conteúdo do livro... Espero me surpreender e já estou de olho no segundo livro da série, Fragmentada.

Abraços,
Rogério Queiroz.



06/01/2014


Olá, pessoal.
Hoje farei uma postagem diferente, três autoras nacionais indicam alguns dos seus livros preferidos.


Raquel Pagno


A Trilogia de Eddie Dickens, de Philip Ardagh


Essa minissérie, apesar de ser considerada infanto-juvenil e de se tratar de livros de bolso, me surpreendeu. Trata-se da estória do pequeno Eddie Dickens que mora em uma cidade chamada Fim Medonho e passa por uma série de infortúnios. Recheado de termos e expressões hilários, Philip Ardagh escreve literatura de uma forma anti-literária, quebrando o paradigma de que literatura de qualidade tem que seguir um molde pré-determinado. E é assim que ele nos faz chorar de tanto rir. Para quem gosta de humor e não tem problemas com narradores que “conversam” diretamente com o leitor, eu recomendo.

Nacqua, o Reino Escondido de Cristina de Azevedo


Nacqua para mim foi uma agradável surpresa. Apesar de o livro ainda não ter sido lançado e só estar a venda a partir do mês de Fevereiro, tive o oportunidade de ler em primeira mão e simplesmente amei. É uma estória de ficção que une uma antiga lenda que ronda as cataratas do Iguaçu e um romance maravilhoso. Agradará a um público diversificado, especialmente os que curtem romance com algo de sobrenatural.


Erica Azevedo

Livro do Desassossego 

Um livro para os desassossegados.

Quando conheci Fernando Pessoa, apaixonei-me por seus Poemas Completos. Encontrei em uma singela Tabacaria aquela estrofe que permearia muitos momentos da minha vida.





" Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
A parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo."

Mas Pessoa é muito mais do que poemas dispersos. É um autor para ser degustado e interiorizado. Sendo assim, encontrei em seu Livro do Desassossego aquele que viria a ser o meu exemplar de cabeceira. Mesmo que faça muito tempo que eu o tenha lido completo, volta a meia me pego voltando as suas reflexões tão particulares.

Trecho: "Conquistei, palmo a palmo, o terreno interior que nascera meu. Reclamei, espaço a pequeno espaço, o pântano em que me quedara nulo. Pari meu ser infinito, mas tirei-me a ferros de mim mesmo"

Narrado sob a perspectiva de seu semi-heteronimo Bernardo Soares, o livro narra sua autobiografia sem facto, sem um encadeamento narrativo claro e sem uma noção de tempo definida. Bernardo é um ajudante de guarda livros em Lisboa e seu "diário íntimo" é permeado por um tom de intimidade.




Carla Pacheco


Comer, Rezar e Amar


Um livro onde a autora se expõe totalmente na sua escrita, se declara, traz uma riqueza tão grande de detalhes dos momentos e pensamentos, que é impossível a gente não se transportar.

É assim que eu gosto de escrever!

Adoro um trecho do livro (Cap.33). A forma como a autora começa descrevendo a mulher que passa próximo a ela pela calçada é quase uma fotografia, me faz enxergar nitidamente essa mulher e praticamente observá-la caminhando na calçada ao meu lado, tipicamente elegante, em cima de um salto 10, com seu cachorrinho de madame preso a uma coleira cravejada de pedras. E ela arremata a cena com uma sagacidade perfeita: "Você vai olhar para mim, mas eu me recuso a olhar para você."


E segue a conversa deliciosa, maliciosa e inteligente onde aprendi que: "... toda cidade tem uma única palavra que a define, que identifica a maioria das pessoas que mora ali." E a palavra de Roma para Giulio é: SEXO.


---

Então é isso, pessoal, minhas férias estão acabando, amanhã já estarei de volta às aulas, mas espero conseguir manter a frequência de posts e de leituras. Espero que tenham curtido as dicas.


Abraços,
Rogério Queiroz.