Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

30/06/2013
Os Doze Guardiões da Luz
Luiz Henrique Batista
Editora: Novo Século
Páginas: 448

Classificação: *****


Sinopse

Os Doze Guardiões da Luz - Luiz Henrique Batista
Ambientado num mundo de fantasia, "Os Doze Guardiões da Luz" narra as histórias de heróis imortais que encarnam os doze signos do Zodíaco. Séculos após a grande guerra, que expulsou a Escuridão dos reinos do oeste, o povo e os heróis parecem ter se esquecido da ameaça que reside lá fora, além da fronteira das terras da Luz com os países da neblina. Alheios ao alcance dos tentáculos do inimigo, os Guardiões são pegos de surpresa quando a ameaça vem não de fora, mas de dentro do reino, justamente daqueles em quem mais confiavam: eles próprios.

Resenha

O livro narra a estória do Mundo de Gaia, que é um planeta que passou por várias fases desde sua existência (formação), sendo dominada por vários seres diferentes como os Deuses (seus criadores), Dragões e os temíveis Gigantes. A Era dos Gigantes foi a mais terrível de todas, houve uma grande guerra entre humanos e gigantes, quando do céu caíram doze estrelas que tornariam-se homens e mulheres imortais que lutariam pela paz dos homens. Os Gigantes foram banidos, dando origem a Era dos Reis. Os homens foram protegidos por uma barreira que os separava dos monstros, barreira esta criada pelos Doze Guardiões, contudo, ela só se mantem de pé se os Doze Guardiões estiverem vivos.

A barreira protege o Triângulo do Sul – uma espécie de continente – que é formado por três reinos: Atria, Betria, Gatria.

Bom, está acontecendo o Festival da Primavera, onde todo o povo comemorava o fim do inverno, alguns Guardiões estavam reunidos em meio à festança, incluído o Guardião Áries e a Guardiã Peixes que são o casal protagonista, o primeiro e a última dos Doze.

O inesperado acontece: um troll surge no palácio no Castelo dos Sete Ventos, onde o rei e a rainha de Atria moram. É o primeiro sinal que a Escuridão conseguiu uma fresta para adentrar nas terras do Triângulo do Sul. Depois de derrotarem o troll maligno os Guardiões descobrem que um deles foi sequestrado. Como vocês já sabem a morte de um dos Doze destruiria a barreira.

Inicia-se assim uma busca não só pelo Guardião desaparecido, mas também pela verdade por trás dos últimos acontecimentos.

A ameaça está mais próxima do que se imagina...

Os Guardiões estão divididos, lutando entre si. Apesar de terem lutado juntos contra os gigantes eles não são “unidos” como um time. Cada Guardião tem sua própria forma de agir, seus próprios ideias... alguns estão tentando provar o quanto são bons, outros querem viver o amor e outros querem poder.

O Lorde do Terror, o Devorador de Corações e o Dragão Negro são os três vilões do livro, não direi o signo que eles representam, haha. Os personagens do mal são construídos de maneira espetacular, pois, em alguns momentos gostamos (eu gostei) bem mais deles do que dos Guardiões bonzinhos.

Existem muitas motivações para as ações dos vilões, só lendo para saber.


Além da resenha...

Como o título nos sugere, existem Doze Guardiões... da Luz (não diga) e cada um dos Doze representa, essa não é a palavra certa, um signo dos zodíaco, cada estrela cai de uma constelação. Os Guardiões são formados por elementos da natureza: ar, água, terra e fogo. Digamos que são quatro grupos de três, haha. O livro poderia ser cansativo se o autor apresentasse todos os Doze de uma vez, mas não, o leitor vai conhecendo-os aos poucos, isso é um ponto muito positivo, porque acaba deixando o leitor ansioso para conhecer os outros: Quem será o próximo? Mas por que tal Guardião ainda não apareceu? 

Não me lembro da última vez que me diverti tanto em uma leitura. O livro é cheio de aventura, batalhas, seres mágicos tanto do lado da luz quanto do lado da escuridão. Eu adorei alguns Guardiões – e detestei outros. Minha preferida, Aquário, é destemida, corajosa e luta tão bem quanto os guerreiros homens, ela tem um romance conturbado com um dos Guardiões, mas é uma história complicada... No começo não gostei tanto do personagem central, Áries, porque ele era inseguro, chato, enfim, no decorrer da trama acontecem algumas coisas e isso fez com que eu simpatizasse com ele, poxa, muito triste aquela cena (queria contar), haha. A Guardiã Virgem, pra mim, é a mais criativa nas peculiaridades, além da beleza e de suas habilidades é em seu romance, também com outro Guardião, que a surpresa acontece... Tem uma Guardiã que aparece só no último capítulo... não contarei mais.

O Luiz escreve muito bem, não encontrei erros gramaticais ou quaisquer outros erros (não que eu seja um exímio conhecedor de gramática). O livro é lindo, como alguém já falou nos comentários de outra postagem na qual eu expus o livro, a capa parece brilhar, a diagramação é sensacional, folhas amareladas, cada capítulo com um título atraente. Os livros da Editora Novo Século têm uma qualidade ótima, sem reclamações, haha.


O único ponto negativo que eu encontrei foi a falta de um mapa para que o leitor possa se localizar na história, Gaia é um planeta com anéis, tipo saturno, sabe, e duas luas, temos o continente Triângulo do Sul que faz fronteira com as Terras da Neblina, há também o Triângulo do Norte e alguns outros lugares citados no livro... eu precisava de um mapa! 





Por último, mas nunca menos importante, gostaria de agradecer ao Luiz que é autor parceiro do blog. Na dedicatória você "espera que eu goste" e eu realmente adorei a sua história e a forma como você a contou. Já estou aguardando uma continuação, vai rolar?





É isso... se algum de vocês tiver a oportunidade de ler este livro não adie, não perca esta oportunidade de entrar de cabeça no mundo de Gaia... lá têm duas luas.

Links



Abraços, 
Rogério Queiroz.


26 comentários:

  1. Oi Rogério tudo bem?
    Poxa como sempre amei a resenha.
    Ainda não terminei por falta de tempo )= mas estou quase lá ^^.
    Gostei de ter conhecido mais sobre cada signo,só não foi legal o que aconteceu com meu signo-Gêmeos rsrsrs mas tudo bem.
    Gostei muito de aquário e amei cada vilão.
    Os bonzinhos realmente são muito chatos principalmente aries.
    Também achei o livro perfeito e acho que poderia realmente ter um mapa,ia ajudar bastante...tive que reler algumas partes por confundir haha.
    Enfim,espero terminar logo para descobrir a fantástica história ^^.
    ótima resenha fofo(espero que não se importe de ser chamado assim rsrs geralmente chamo meus amigos assim ) *-*
    ps:Viu que consegui com o Ricardo? pois é,para te deixar mais curioso já li o livro e logo vou postar a resenha haha.
    bjus
    Tamires C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Tamires, por ter gostado da resenha, esta foi bem difícil fazer...
      Espero que você termine logo para que eu possa saber sua opinião, quero vê se bate com a minha.
      Eu também não gostei de Áries no começo, mas ele vai melhorando, viu.
      Os vilões são bem malvados, haha.
      Eu necessito do mapa ainda, haha.

      Ah, pode me chamar de fofo sim, sem problemas.

      Vi sim, faça a resenha que eu quebrarei meu protocolo de não ler muitas resenhas de livros que eu vou ler... e lerei. O Ricardo é bem receptivo, né, fiquei impressionado com a resposta rápida dele. O livro já está vindo pelo correio ^^

      Beijos.

      Excluir
  2. Eu gostei da capa, e agora que você falou que tem gigantes, trolls, reis... Cara eu amo esse tipo de estória. Ficção Medieval, fantasia ♥♥♥...

    Vou colocar como vou ler. Me amarrei nessa capa (já é a segunda vez que falo isso heuehuehuehue)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você gostaria mesmo, viu, Jon.

      O livro é muito bom, eu quero outro, uma continuação, haha.

      Abraços.

      Excluir
  3. Ei Rogério! Estou doida para ler este livro!!! Parabéns dos grandes pela resenha, ficou maravilhosa! (:

    Entrou para a minha lista de leitura.

    Abraços, boa semana!!

    Escrev'Arte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Nadja, acho que você pode gostar muito dessa leitura divertida.

      Abraços.

      Excluir
  4. Estou cheia de curiosidade para esse livro. ELe parece ser um daqueles que tudo cai certinho. Capa, escrita, história.

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é exatamente isso que você falou, Bruna.

      Abraços.

      Excluir
  5. Olá Rogério, a resenha está muito boa mas o livro não achei muito bom, achei apenas bom. Parei ele na metade para ler outros e depois voltar. O porque? Vou expor mais numa futura resenha assim que meu animo para terminá-lo voltar, mas o básico é que tudo, exatamente tudo, é muito detalhada. Se eu Calisto houve uma falta de detalhes em Os doze Guardiões da Luz houve um excesso o que me desmotivou. Adorei saber que no final do livro acontece algumas "coisinhas", isso me deu uma motivação a mais para terminar o livro... em breve...
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu gostei... acho que depois que você pega o jeito da leitura tudo vai fluindo. Eu até falei na resenha que este tipo de livro começa devagar porque o leitor precisa se adaptar ao ambiente em que a história tá acontecendo e tudo, enfim, eu me diverti muito.

      Abraços.

      Excluir
  6. Eu vi sua resenha ontem pelo meu tablet, mas não comentei, porque é muito ruim para digitar. Gostei de tudo que você escreveu sobre o livro, mas eu fiquei meia magoada de ler ele agora, até porque me magoei com o autor quando fechamos parceria, mas enfim...

    Depois terei a oportunidade de ler e tirar minhas próprias conclusões. Espero gostar da história como você. E espero fazer uma resenha boa assim =]
    Parabens
    bjos

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Silvana.
      Eu gosto das suas resenhas, viu, não seja tão insegura, haha.

      Abraços.

      Excluir
  7. Oi Rogério,
    Sabe aquela sensação de querer ler algo e se policiar para não ler?! Pois é, tipo Cores de Outono, quando tu leu a minha resenha depois!! haha

    Devo confessar, que não li a sua resenha, pois ainda lerei o livro e tenho medo de pegar alguma informação que não deveria, maas assim que terminar, leio a sua resenha. Viu?!

    Tenho certeza que tá otima, como sempre!! :D
    Abraços parceiro!

    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem, Adriano, vou aguardar sua resenha e espero que você goste tanto quanto eu, tá.

      Abraços.

      Excluir
  8. Oi, Rogerio!
    Eu tenho preconceito com esse selo, confesso!
    Mas sua resenha me atraiu, muito bem escrita por sinal, e o tema também. Original, essa é a palavra. O livro tem uma capa linda e pelas fotos a diagramação ta impecavel.
    Me interessei muito pela história, vou por na lista.
    Abraços
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucas, eu tenho lido bastante este selo e tenho me surpreendido com a literatura nacional.
      Fico super feliz que te fiz querer ler o livro.
      A capa, a diagramação, a escrita, tudo está perfeito, sério.

      Abraços.

      Excluir
  9. Esse livro tem exatamente a temática que eu curto e lembra um pouco Cavaleiros do Zodíaco, uma eterna paixão minha. Estou mega ansioso pra ler, super está na minha meta de leitura! E o fato de ser nacional me deixa mais curioso ainda.
    Parabéns pela resenha, me deixou ainda mais ansioso pelo livro.
    Sucesso, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembra mesmo Cavaleiros dos Zodíaco, Anderson, e isso é ótimo, né, tem um momento ótimo: quando os mocinhos enfrentam os vilões... parece aquela batalha contra os cavaleiros de ouro, haha.

      Abraços.

      Excluir
  10. Ainda estou na página 70 mas estou gostando bastante da leitura. Não li sua resenha toda porque tive medo de me decepcionar com algum acontecimento da história, não sei.

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  11. Valha, cadê meu comentário onde eu perguntava o que acontecia com o meu signo? Esse blogger, as vezes, fica doido... vi outra resenha desse livro hoje e lembrei de vim ver sua respostas ao meu comentário, e chegando aqui, nem vejo meu comentário... :(
    Triste com isso! :/
    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Possui todos os elementos que um bom livro de ficção precisa, e tem dragões!!! Vai ter continuação? Acho que uma boa história não deve ser contada e contida em um só livro. Mesmo se não ganhar ele na promoção vou lê-lo, inclui na minha lista de livros. Parabéns pelo blog e pela iniciativa.
    Gosto de procurar livros nacionais para ler, quais indica?

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei da capa, sinopse, resenha... Gostei de tudo! Tenho certeza que esse é um ótimo livro! To louco para ler.

    espacobooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha, só queria que Capricórnio fosse o protagonista, kkkk.
    Sempre fico curiosa para ler autores nacionais.
    Gosto de vilões e mocinhos e estou louca para ler.
    Nome de seguidora: Miriam Guiraldelli

    ResponderExcluir
  15. Aaaaamo livros de aventura misturado com ficção, dragões, gigantes, monstros desse gênero torna o livro mais gostoso de se ler, eu amo muito, parabéns pela resenha!
    Um beijo
    http://abcddolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. SEGUIDOR: WILLIAN

    Resenha bem escrita, abordando o conteúdo de forma simples e inteligente, facilitando o entendimento e despertando o interesse dos leitores.

    ResponderExcluir