Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

25/06/2013
Cores de Outono
Keila Gon
Editora: Novo Século
Páginas: 440
Classificação: *****


“...seria imperdoável perder as cores do outono.”

            Bom, vamos lá, a resenha de hoje é de Cores de Outono, um livro super especial pra mim e para o blog, pois, a Keila foi a primeira autora a conceder um exemplar de seu livro para resenha – imaginem minha alegria, haha. – Eu li a sinopse achei o livro interessante e entrei em contato com a Keila que deu sinal verde para a parceria, contudo, eu não tinha ideia da dimensão desse livro aqui na blogosfera...

“Cores” – como é chamado carinhosamente pela Keila - é cativante desde o início, desde a capa (haha), acho que o fato de ser narrado em 1ª pessoa traz uma cumplicidade com o leitor que passa a conhecer todas as emoções do personagem narrador, no caso, Melissa Wels.

No primeiro capítulo a protagonista nos conta sobre o acidente no qual a mãe e o padrasto morreram. Melissa está dirigindo, viajando de São Paulo para Campo Alto, uma pacífica cidade de montanha. Descobrimos, então, uma das principais peculiaridades dela: Melissa é desastrada, dirige mal, é cambaleante, está sempre caindo em situações constrangedoras na frente das pessoas.

“Sempre me considerei um ímã para o caos...” (Página 23)

O coração da jovem está mergulhado em um frio polar por causa das perdas e mesmo assim ela é forte e assume a responsabilidade de cuidar da irmã de cinco anos, Alice. Melissa está mais triste pela irmã, pois, acha que a menina, com a morte dos pais, perdeu muito mais que ela... Alice nunca saberia quão boa amiga a mãe Angelina era...


Alice e Melissa vão morar com o avô George (Opa), na Casa Amarela. Eu simpatizei com George à primeira linha de texto, gostei da personalidade paternal do homem que passou tanto tempo solitário, o espírito protetor, enfim, um avô que todos nós gostaríamos de ter.

Melissa é uma garota normal, não é do tipo que chama atenção, eu não tenho certeza disso... talvez ela só seja insegura, lembremos que ela está contando a estória, é o ponto de vista dela e tem um fato que me faz duvidar dessa normalidade: Melissa é muito cobiçada e desejada, principalmente pelos vizinhos.

Vou deixar de enrolação, haha, vamos aos romances.

Arthur é um amigo/inimigo de infância e ele roubou algo importante de Melissa nessa fase (eu queria contar, mas pode ser considerado spoiler). Arthur tornou-se um homem bonito com olhos dourados, mas sua personalidade divertida, muitas vezes é inconveniente, ele não tem papas na língua. Eu estava disposto a ser do #TeamArthur mas não deu... haha. Bom, o vizinho da Casa Azul - Arthur é o vizinho e mora com os pais que são donos do restaurante italiano no centro e amigos da família Wels – nutre uma paixão por Melissa e não esconde isso dela... as famílias torcem para que Melissa e Arthur se entendam... O Arthur seria o cara comum que daria uma vida segura a qualquer mulher, sabe o casamento longo, feliz e sem perturbações?! Contudo, as leitoras (blogueiras - haha) estão mais dispostas a se derreter pelo homem assustador vestido de negro.


Vincent Dippel é o cavalheiro carrancudo com os olhos azuis turquesa intensos por quem Melissa, (e todas as blogueiras), se apaixona e sofre frequentemente ataques de borboletas acrobatas em seu estômago sempre que o vê. No início Vincent é antissocial, sem amizades na cidade, na verdade, a cidade inteira tem medo dele, e, por isso, torci para a Mel se apaixonar pelo Arthur. Entretanto, com o desenrolar da estória, Vincent se mostra mais amigável com Melissa, protetor... apesar das suas constantes mudanças de humor. O casal impossível, enfim, ganha a torcida do leitor, a minha torcida.

A relação do casal é muito difícil. Melissa tem um gênio forte. Vincent tem muitas mudanças de humor. A gente pensa que vai ficar tudo bem entre eles e acontece algo pra colocar em dúvida a certeza que eles tem sobre o que querem...



É claro, o triângulo amoroso está formado. Façam suas apostas, haha.

Até esse ponto da estória tudo está normal, nos limites da realidade, a trama é um romance envolvente, mas lembram da sinopse? Do mundo mágico com elfos, magos e fantasia? No capítulo Bistrô, o mais longo do livro, todas as respostas são dadas, é de tirar o fôlego, o enredo entra de cabeça na fantasia e não assusta, pois, estamos sendo preparados desde sempre para enfrentar essa realidade paralela... todos os acontecimentos anormais de repente se encaixam. É mágico... E ainda acontecem muitas coisas com o casal, coisas pelas quais torcemos, sabem?!

“Melissa, faça o certo, não o fácil.” (Página 237)

Outro ponto muito importante da trama é Alice que em alguns momentos parece ser o ponto fraco da irmã, mas muitas vezes é a força de Melissa. Alice é sua responsabilidade e ela vai lutar para proteger a criança de qualquer perigo.

Ops, acho que me excedi um pouco.

Espero que tenham gostado.

Eu preciso agradecer imensamente à Keila, por ser tão carinhosa com o blog, por acreditar nesse projeto. Eu sou fã dessa autora, adoro quando ela escreve “Corei”, haha, estou aguardando a continuação de “Cores”, Sombras da Primavera e também já estou de olho no último livro da trilogia, viu. Muito obrigado e sempre que quiser pode usar este espaço.

Links
Abraços,
Rogério Queiroz.


32 comentários:

  1. Oba!!! Resenha que eu tanto queria de "Cores de Outono" \o/... Adorei!
    E quero demais ler esse livro, Rô. Você caprichou nessa resenha, hein??? E fez esse livro conquistar meu coração de vez, com certeza entrará na minha listinha de próximas compras. :D
    Beijos!

    Tem post novo no blog, passa lá! o/

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Neri.
      Você precisa ler este livro, todo mundo precisa conhecer esta estória mágica que a Keila construiu.

      Abraços.

      Excluir
  2. Lindo, lindo, lindo! Todo dia acompanho meu livro e cada vez mais ele está mais perto de mim *-* Adorei a expressão "borboletas acrobatas em seu estômago" como já disse um grande filósofo: "As mina pira, pira pira" (Gustavo Lima) kkkkkkkkkkkkkk Tirando a brincadeira, adorei sua resenha e estou ansioso pela chegada do meu lindo exemplar!
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriano, você vai enlouquecer com essa estória, haha, vai pirar também com tudo isso.

      Abraços.

      Excluir
  3. Karamba, eu gostei da sua resenha.
    Você passou tudo que você sentiu ao ler esse livro.
    Eu ainda não li e tenho que ler, porque ela também foi uma das primeiras autoras que me cedeu livro e a sem vergonha aqui não pegou pra ler ainda.
    Vou ver se dou uma adiantada nas minhas leituras para pegar no dela, porque gostei de tudo que vc escreveu, até porque eu gosto de histórias que me envolvem, e pelo jeito o livro da Keila é assim.
    Um amigo mesmo do Blog me disse pra deixar todos os outros livros pra trás e passar o Cores de Outono pra frente, porque eu ia AMAR O LIVRO.
    Eu fiquei até espantada sabia ? Não sabia que era tão bom assim.
    Mas fico feliz de ter na minha prateleira !! uhuuuuu

    Mas parabens querido
    Toh aqui dando presença pra vc não chamar minha atenção (risos)
    Desculpa se n vim antes, mas é que tinha acabado a luz aqui em casa =/
    Mas enfim...Se cuida =@@@@

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvana, você realmente precisa colocar Cores de Outono como primeiro da lista... tenho certeza que não haverá arrependimento, então, leia logo. haha

      Obrigado pelo comentário.
      Abraços.

      Excluir
  4. De tanto ouvir as pessoas falando desse livro estou ficando cada vez mais entusiasmada para ler. Ainda não o tenho!
    E se ele for como dizem, ele é um livro perfeito e muito encantador! Adorei tua resenha principalmente a parte das borboletas acrobatas! KKK
    Beijinhos,
    http://marcaprovisoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo gostou das borboletas... haha, acredite elas são quase um personagem do livro.
      Você precisa ler!

      Beijos.

      Excluir
  5. É uma pena eu não gostar de romances :/ A Keila é parceira lá no blog também - não minha - e quando nós fomos nos comunicar com ela, foi super simpática. Espero que ela tenha passado o seu jeito para a história. Se um dia eu decidir ler esse romance, eu vou preparar um copo de chocolate amargo, bem quente. E vou aproveitar, assim como já aproveitei lendo sua resenha.

    Eu falo que não leio romances, mas a verdade é que não gosto de mimimi com mel. Vou ver se a Novo Século tem material promocional desse livro pra ler o 1° capitulo e ver como é a narrativa. Gosto de romances que faz passar o tempo rápido, aquele bem divertido e que conquista o leitor.

    Se eu ler "Cores" espero encontrar esse romance bem leve e sútil. Eu penso duas vezes quando vou ler qualquer romance, mas pretendo dar uma chance para o livro. :D

    Adorei sua resenha.

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cores é esse tipo de romance que você gostaria, eu tenho certeza, até porque tem aventura, fantasia, magia, suspense, haha, adorei ler Cores de Outono.

      Abraços.

      Excluir
  6. Parabéns pela resenha! Adorei e realmente a Keila "cora" muito, hehehe!
    Show, sou fã!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo comentário elogioso. Adorei mesmo.
      E você é irmã da Keila, deve ser ótimos ser irmã de uma escritora tão talentosa ^^

      Abraços.

      Excluir
  7. Eu ainda não tinha parado para ler uma resenha sobre este livro, e nooooooossa...fiquei muito, mas muito curiosa agora para ler Cores de Outono, espero em breve poder comprar! *_*

    Abraços, e parabéns pela resenha :*

    http://olivrodehoje.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Compre mesmo, porque a estória é mágica e isso não é clichê.

      Abraços.

      Excluir
  8. UAU.....Rogério.... estou sem palavras.....
    Um minuto... dois.... ta bom, precisei de três....
    Você conseguiu! Com essa MARAVILHOSA RESENHA você fez o retrato perfeito da essência da Melissa...de seus sentimentos. E acredite, isso foi difícil para muitos blogueiros!!! Seu olhar de "Cores" foi impecável!!!!! É verdade, não sei porquê...mas as meninas se concentram em Vincent... ahhahah...acho ótimo, mas foi MUITO legal ver a perspectiva pelos olhos da Melissa, como está no livro!!!PARABÈNS!!!!!!!!!!!! Não consigo parar de sorrir : ) E se der licença, vou lá dividir sua resenha : )
    MUITO MUITO OBRIGADA, PELO CARINHO E APOIO... SEMPRE!!
    SUCESSO, MUITO SUCESSO!! Muitas parcerias, resenhas maravilhosas como esta e muitos livros na estante!
    Beijos imensamente agradecidos!!!!!!!!!!!
    Keila Gon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou respondendo seu comentário só agora porque ontem eu estava muito eufórico com suas palavras, era tudo que eu precisava ler. Sempre vejo os seus comentários nas resenhas dos blogueiros e ficava na expectativa pra saber o que você achou de tudo que eu escrevi.
      Eu ainda estou radiante por ter "conseguido" transmitir os sentimentos que eu encontrei na estória de Melissa.
      Ah, espero ler todos os livro que você vier a publicar.

      Abraços imensos!!!!!! ^^

      Excluir
  9. Oi Rogério, tudo bem??

    Cores é mágico, né? Usei essa palavra para definir tudo o que eu senti lendo o livro da Keila. Amei! E eu vou discordar de vc, eu me apaixonei foi pelo Arthur!!!! Apesar de ter curtido (e muito) o Vicent, meu coração é do Arthur *-*

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa palavra define muito bem bem tudo o que eu li no romance da Keila.
      Que bom que você torce para o Arthur, inicialmente eu também torci pra ele, mas ai o Vincent mudou de humor e conquistou minha torcida, haha.

      Abraços.

      Excluir
  10. Nossa Rogério, que resenha! Não tem outra palavra para descrever se não apaixonante, você aguçou ao extremo a minha curiosidade em relação ao livro e me deixou mais ansioso ainda pela chegada do exemplar na minha casa. Pois é, fechei parceria com a Keila também e acho que essa semana recebo 'cores' para finalmente ler esse livro tão apaixonadamente falado na blogosfera. Parabéns pela resenha e muita sorte com o blog. Abração!

    www.cabanadoslivros.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jean, tenho certeza que você vai adorar ler este livro apaixonante, não tem como não gostar, sério, a leitura é muito cativante.

      Abraços.

      Excluir
  11. Oi Rogério tudo bem?
    Nossa que super resenha...é de tirar o fôlego.
    Ao ler a resenha foi como se estivesse "lendo",sentindo a mesma coisa que você sentiu ao ler.
    Podemos dizer que a resenha não ficou enorme mas falou tudo em "poucas" palavras rsrs.
    O livro parece realmente ótimo,gostei muita da capa,diagramação ...tudo rsrs,sério todas resenhas que vejo só se fala bem do livro.
    As imagens também ficaram muito bem colocadas chamando atenção ^^.
    Gostei dos quotes.
    O ponto de vista que teve da Melissa deu para ver que foi perfeito,agora não sei se eu lesse repararia mais pelo Vincente,será? rsrsrs
    Agora fiquei curiosa para saber o que ocorre neste triângulo amoroso ein...
    Com toda certeza daria um 8 deitado a você haha,sério amei a resenha.
    bjus
    Tamires C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pensei que a resenha tinha ficado grande porque escrevi no Word, sabe, e deu umas 3 páginas, ai coloquei as imagens para não ficar cansativa, enfim, obrigado pelo comentário, Tamires, pra mim seus comentários são sempre carinhosos, adoro lê-los.

      Abraços.

      Excluir
  12. Mas essa resenha ficou linda! Adorei!!!
    Cores é um de meus livros favoritos. Eu durmo com ele do lado hehehe
    E a Keila é tudo isso que vc falou e mais.

    Beijos

    P.S: Nunca torci pro Arthur, não rolou química sabe?
    Meu amor sempre foi o Vincent hehehe

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana, primeiramente obrigado pelo seu comentário.
      A Keila é demais, sou mega fã, mas acho que você é mais fã que eu, porque nunca dormi com "Cores" do lado, haha.

      Abraços.

      Excluir
  13. Tem razão, esse livro dá vontade de pegar abraçar só de olhar pra capa! Muito linda por demais! kkkkkk
    Gostei muito da sua resenha, não foi nem um pouco cansativa de ler e isso faz a gente ficar ainda com mais vontade de ler o livro!
    Parabéns pelo blog e a parceria =D

    Beijos :*
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado mesmo, Tainah, por suas palavras.
      Fico feliz por a resenha não ter ficado cansativa e por ela ter aguçado sua vontade de ler o livro.

      Abraços.

      Excluir
  14. Nossa Rogério,

    Sem palavras para descrever como sua resenha está perfeita!! :D

    Amei! Linda e completa, enfim, só elogios!! rs

    Abraçoos e sucesso sempre :D
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Adriano, a sua resenha também ficou perfeita demais, sério mesmo.

      Valeu pelos elogios.

      Abraços, parceiro!

      Excluir
  15. Oiê... Rô!!! Amei a sua resenha bem desenvolvida e vc me fez lembrar das borboletas saltitantes do estômago da Mel rsrsrss adorava e ria muito com essas borboletas dela. Ah minha doce querida autora Keila, sou tão suspeita em falar dela.. pois a admito tanto... ela é uma super pessoa e com um coração limpo e puro... conhecê-la foi uma das maravilhas de me tornar blogueira... E certo você tem razão sou louca pelo Vincent (acho que as outras blogueiras também) rsrsrs e apesar de gostar de homens que me façam rir, prefiro um homem meio marrento tem seu charme kkkkkkkkkkkkkk. Eu gosto de ler a resenha do ponto de vista de cada leitor... sempre tem uma coisa que a gente esquece de colocar e depois de um tempo no faz ter uma recordação prazerosa da leitura que tivemos. Parabéns pela bela resenha... bjus.

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Keila é tão encantadora quanto Cores, até mesmo porque o livro é parte dela, né, Dih.

      Também gosto de ler outras resenhas do livro, mas só leio depois que já tenho feito a minha, porque tenho medo de ser influenciado.

      Abraços, Dih.

      Excluir
  16. Apesar de não ser meu gênero favorito e ainda por cima envolver fantasia, sua resenha fez o livro parecer interessante.
    A resenha ficou ótima, parabéns. Sucesso. Abçs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Anderson, sempre confio na sua opinião.
      Abraços, amigo.

      Excluir