Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

04/10/2014



Olá, pessoal!!!
Agora a coluna "Uma dose de poesia" é semanal, vocês vão ter que aturar meus poemas tristes (risos).
Então vamos lá!




Laços conflitantes
Rogério Queiroz
24/08/2014


O elo não existe mais.
O céu vermelho se esvaiu,
A escuridão brandiu pesada.
Suas mãos sangram tanto
E você insiste em tocar no violão
Músicas tristes para reatar,
Enquanto eu ainda sei
Sempre que eu pensar em você,
Naquela sua última frase,
Meus passos vão retroceder
Para longe desses laços conflitantes,
Para longe dos seus lábios sufocantes,
Para além de onde eu possa ir.
Eu vou chorar
E sufocar meus gritos.
Vou me esforçar para sorrir.


* * *



Abraços,
Rogério Queiroz.




9 comentários:

  1. Confesso que demorei muito tempo para cair nesse lance de poesias, acredite, eu realmente odiava poesia. Hoje em dia, até me atrevo a escrever algumas. Quando vejo poesias como essa, me apaixono mais ainda. Parabéns, ficou ótima. Beijos

    http://desfocandoideias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ao contrário da Nat (aqui de cima),eu sempre gostei muito de poesia. Não foram raros os recreios que eu passei na biblioteca lendo poemas e copiando num caderno que eu tinha os que eu mais gostava. Ô época boa! E vc tá de parabéns, Rogério! Poema lindo e bem escrito!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Rogério!
    De todos suas poesias que já li, essa foi a que mais gostei. Continue assim.
    Quem sabe você publica um livro só de poesias?
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olha só que coisa mais linda e cheeeia de sentimento!
    Adorei e quero ver mais!!!
    Beijos
    Chrys Audi
    http://www.todasascoisasdomeumundo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que poesia bonita (mas ao mesmo tempo pesada). Gosto bastante de poesias e poemas (só para constar: o último livro que li foi "Noite Ilustrada", de Thedy Corrêa; uma coletânea de poemas). Parabéns pelo seu, espero que a cada dia que se passe mais e mais inspiração te alcance!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, moço.
    Essa poesia está bem mais pesada do que outra que li sua. Não digo que está feia, ao contrario, está muito bonita, mas às vezes doí em mim saber que a origem de tais palavras sejam realmente algo que existiu. Sou desses que ficam imaginando o que se passou com os autores nesses momentos conflitantes. Mesmo assim, uma bela poesia.

    ResponderExcluir
  7. Rogério, eu achei esse poema espetacular. Adoro o seu tom melancólico, triste nos seus versos, admito que sou fã desse estilo de poema. Lembrou-me do bucolismo de Ricardo Reis(um pouquinho) rsrs... Enfim, Parabéns pelo seu talento, raro hoje em dia encontrar quem faça!!
    Abraços'

    ResponderExcluir
  8. Olha, apesar de achar lindo que coloca seus sentimentos em poesias, não é algo que eu ame ler sabe? Ainda não consegui me tornar uma fã de poesia kkk mas sei reconhecer quando é bom, então, parabéns pelas palavras =)

    ResponderExcluir
  9. Já disse anteriormente que não sou muito fã de poesias, mas por incrível que pareça, você está começando a me fazer gostar delas hahah mais uma vez, parabéns pela escrita e não pare de postá-las aqui!

    ResponderExcluir