Pesquise!

Carregando...

Seguidores

Facebook

Tecnologia do Blogger.

Link-me

O Blogueiro

Visitas.

10/12/2013

Li até a página 100 foi criado pelo blog Eu leio, Eu conto. Nesta tag devemos responder às perguntas tendo em conta apenas as primeiras 100 páginas do livro que estamos a ler no momento.



Livro:

É melhor não saber - Chevy Stevens

Primeira frase da página 100:

"- Sou um oficial de polícia, por isso é melhor ser gentil comigo - explicou ele sorrindo."

Do que se trata o livro?

Bom, este livro conta a história do Sara que é uma mulher de 34 anos que foi adotada quando criança. Seus pais a adotaram aparentemente porque não podiam ter filhos, no entanto, sua mãe adotiva engravida duas vezes e ela passa a ser maltratada psicologicamente pelo seu pai. Na verdade não é disso que o livro trata - eu só fiquei com muita raiva do pai adotivo. Aos 34 anos e perto de se casar com Evan, Sara decide investigar suas origens e descobre que é fruto de um estupro e que sua mãe foi a única moça a sobreviver ao ataque de um serial killer, o Assassino do Acampamento. A vida dela se transforma em um inferno, a polícia se envolve, vendo em Sara a única chance de capturar esse maníaco. 

O que está achando até agora?

Eu simplesmente adoro a narrativa de Chevy Stevens principalmente pelo fato de que os seus dois livros - o primeiro é Identidade Roubada -são divididos em sessões de terapia e cada sessão é um capítulo. Narrado em primeira pessoa, a personagem nos pega pela mão e nos conduz pela história até o fim.

Ou seja, estou gostando muito - apesar que gostei mais do começo de Identidade Roubada. - Tô desesperado para saber o desfecho e ainda faltam mais de 200 páginas. 

O que está achando dos protagonistas?

Acho a Sara uma personagem extremamente complexa, o livro se propõe a abordar os conflitos por uma ótica psicológica e até por isso os personagens têm profundidade.

Melhor quote até agora:

"Eu me sinto como se estivesse no meio de um lago congelado e a camada de gelo fino começasse a rachar." (Página 20)

Vai continuar lendo:

Sim. O título diz que "É melhor não saber", entretanto, eu preciso saber!

Última frase da página:

"Apenas diga ao papai que resolvemos tudo."



Abraços,
Rogério Queiroz.


5 comentários:

  1. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    O livro parece ser ótimo,
    Amei o quote!
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Rogério é impressão minha ou vc realmente não tá falando mais comigo?
    O que aconteceu?? Sinto sua falta sabia?
    Poxa vida =[
    Olha, estava lendo sobre o livro e achei super interessante tudo que você falou sobre, até porque essas histórias que envolve investigação é o tipo de livro que nos prende e acaba sendo até mais gostoso do que qualquer outro gênero de leitura.
    Gostei bastante do que vc disse sobre ele e quem sabe não arrumo um jeito de ler esse livro também.
    Enfim...

    Se cuida meu amigo e veh se me manda noticias, porque já estou ficando preocupada com vc.
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro mas adorei a dica! Gosto dessa profundidade ♥ Não deve ter sido facil pra Sara essas descobertas, estou curiosa com o desfecho! Espero que peguem o infeliz, adoro um conto com um serial killer
    espero conferir em breve
    Bjus bjus!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com/2013/11/sorteio-de-natal-amazonia-arquivo-das.html

    ResponderExcluir
  4. Acho a escrita dela tão maravilhosa! Desde que soube do lançamento desse livro fiquei ansioso pra ler, e mal vejo a hora de ter a oportunidade.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi Rogério,
    Eu nunca li nada da Autora, não por falta de interesse, mas por falta de tempo!
    Ouvi maravilhas a respeito desse livro e acho que ele merece que eu faça uma forcinha para lê-lo!
    Adoro thrillers psicológicos one os autores nos mostram d que o ser humano é capaz para se preservar.

    Adorei a dica e estarei aqui para conferir a resenha!

    Beijão
    Chrys Audi
    Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir